Uma maçã por dia

por Nutricionista Adriana Fernandes Miranda - CRN4 09100076

maca

A referência mais famosa sobre a maçã talvez seja a passagem bíblica do livro do Gênesis, na qual é narrada a tentação de Adão e Eva, que comeram o fruto proibido e foram expulsos do paraíso. Na verdade a Bíblia não menciona o nome da fruta intocável. A noção de que seria uma maçã surgiu muito tempo depois, quando atingiu status de fruta mais comum do oeste da Europa – abundantemente retratada por pintores da época.

Quanto à popularidade da maçã, será que existe um exagero quando afirmamos que a ingestão de uma maçã por dia é o bastante para manter o médico longe? Veremos ao longo desse texto os benefícios da maçã, e tire suas próprias conclusões!

Vários estudos confirmam a importância de uma dieta rica em frutas e hortaliças, pois diminui o risco de doenças cardiovasculares e certos tipos de câncer. Essas enfermidades estão entre as principais causas de morte em países industrializados, e são influenciadas pelo estilo de vida e hábitos alimentares. As fibras e fitoquímicos, abundantes nos vegetais, podem inibir a proliferação celular de células cancerosas, proteger contra a oxidação de gorduras, regular processos inflamatórios e a resposta imunológica.

A partir de estudos em populações, é possível dizer que a maçã pode exercer importante papel na promoção da saúde humana. Os estudos mais importantes apontam para uma associação positiva entre o consumo de maçã e uma redução no risco de câncer (principalmente de pulmão), doença cardiovascular, asma, diabetes tipo II, em comparação com outras frutas e vegetais. Mostram também que seu consumo parece associado à melhora da função pulmonar e a uma maior perda de peso em pacientes obesos.

Estudos realizados com a casca da maçã mostraram uma potente ação antioxidante, atividade esta que se origina de uma variedade de componentes, inclusive da Vitamina C. A fruta também revelou um potente efeito inibidor sobre o crescimento de células cancerosas do fígado e de cólon. De fato, a maçã possui a terceira maior capacidade antiproliferativa, perdendo apenas para cranberry e para o limão. Nesse quesito, a casca mostrou-se de extrema relevância, já que os sucos de maçã possuem menos fitoquímicos que a maçã completa, com casca.

Parte da diminuição do risco cardiovascular atribuído à maçã parece ocorrer em razão de suas estabelecida capacidade de reduzir o  colesterol. Porém, os estudos mostram que a ingestão da fruta inteira é superior em seus efeitos redutores de colesterol comparada ao uso de suplementos dietéticos.

Enquanto novos estudos seguem investigando em detalhes as virtudes nutricionais da maçã,  de modo geral não parece existir dúvida de que estamos diante de uma fruta de forma e conteúdo excepcionais. Não é por outra razão que a Universidade da Califórnia – Davis, adotou um novo sistema de sinalização em seus restaurantes espalhados pelo campus. Com o propósito de orientar estudantes, professores e visitantes, o logo de uma maçã passou a ser utilizado  para indicar o quanto uma escolha alimentar é saudável.  Os pratos podem receber de uma a três maçãs e, claro, quanto maior o número, melhor.

Que tal escolher sempre os pratos de “três maçãs” e inserir esta fruta todos os dias na sua alimentação?

Fonte:  ANutricionista.Com - Adriana Fernandes Miranda - CRN4 09100076 - Nutricionista no Rio de Janeiro.

Os beatles, isaac newton, adão e eva e a saúde de todos nós. Revista Nestlé Bio Nutrição e Saúde. Ano 4, nº11, abril 2010, São Paulo.
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Um Comentário para “Uma maçã por dia”

  1. @lm_z comentou:

    Gostei! Adoro Maça!

Deixe um comentário