Síndrome do Intestino Irritável e Doenças Inflamatórias Intestinais

por Nutricionista Fernanda Marino de Oliveira - CRN8 6502

intestino

A Síndrome do Intestino Irritável ou Síndrome do Colón Irritável, não é classificada como uma doença, e sim como SÍNDROME, já que se trata de um conjunto de sintomas que não possuí causa aparente e nenhuma mudança na fisiologia do intestino. Sabe-se que na Síndrome do Intestino Irritável há alterações na motilidade intestinal, ou seja, nos movimentos que o intestino usa para a formação do bolo fecal e a evacuação do mesmo.

Atualmente estima-se que cerca de 25% da população mundial possua a síndrome e que a mesma atinja principalmente mulheres, em sua maioria por volta dos 20 anos de idade. Algumas pessoas podem possuir sintomas leves da síndrome por anos e ter uma crise aguda na vida adulta.

A Síndrome do Intestino Irritável pode ser confundida com as Doenças Inflamatórias Intestinais, como a Doença de Crohn e a Colite Ulcerativa. Nesses casos, ocorre inflamação e o aparecimento de ulceras no intestino, de acordo com cada uma dessas patologias. As doenças inflamatórias podem causar danos permanentes ao intestino, uma vez que essas doenças agridem o sistema digestório, alterando as características anatômicas do mesmo, podendo levar ao câncer de intestino. Já os portadores da síndrome não correm riscos quanto à evolução dos danos.

Os sintomas são parecidos nos dois casos, como diarréia e dor abdominal, mas existem diferenças. Na Síndrome do Intestino Irritável os principais sintomas são: distensão abdominal (inchaço), dores abdominais (cólica), diarréia ou constipação ou alternâncias dos dois. Na diarréia pode existir a presença de muco, diminuição da dor após evacuação, sensação de esvaziamento incompleto após evacuação e flatulência excessiva (gases).

Já nas Doenças Inflamatórias Intestinais as principais diferenças nos sintomas são: diarréia sanguinolenta (presença de sangue nas fezes), dor abdominal (a dor não diminui com a evacuação), febre, perda de peso e em casos mais graves pode haver sinais de desidratação e/ou anemia, alterações cutâneas e evidencias de doenças do fígado.

Para que a Síndrome do Intestino Irritável seja diagnosticada é preciso descartar a hipótese de Doença Inflamatória Intestinal e somente um médico, gastroenterologista, pode fazer esse diagnóstico. O tratamento deve ser feito com o médico e nutricionista, já que nos dois casos a alimentação é um tratamento de grande ajuda no controle dos sintomas.

Deve-se lembrar que nem a Síndrome do Intestino Irritável e nem as Doenças Inflamatórias possuem cura, mas é possível um controle da Síndrome ou Doença, fazendo com que os sintomas desapareçam nas fases de remissão das mesmas, através do tratamento correto.

Fonte:  ANutricionista.Com - Fernanda Marino de Oliveira - CRN8 6502 - Nutricionista em Maringá.

Referências Bibliográficas:
DAMIÃO, Adérson; MORAES-FILHO, Joaquim. Diagnóstico e tratamento da Síndrome de Intestino Irritável. Psiquiatria na Prática Médica. UNIFESP. vol. 34, n. 02, abr-jun 2001.

SMITH, W; Pediatrics gastrointestinal disease. vol. 40, n. 01, p. 789-824, 2004.
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

2 Comentários para “Síndrome do Intestino Irritável e Doenças Inflamatórias Intestinais”

  1. priscila caneiro comentou:

    Olá! FELIZ 2011! O que me trouxe aqui foi o fato de minha filha estar evacuando com muco transparente e as vezes se mistura as fezes. Parece catarro, mas ela não está gripada. Levei ao médico que a principio receitou remédio para vermes. Faz 1 mês que tomou, mas continua do mesmo jeito. Antes as fezes eram normais com muco e agora está liquida com muco misturado. Foi aí que comecei a procurar algo relacionado com tais sintomas, pois os médicos hoje em dia estão perdidos com tantas doenças com sintomas parecidos. Sinto em dizer, tenho tanto medo e receio até de levar minha filha ao médico, pois como saber se o profissional irá de fato descobrir o que ela de fato tem. Vi em uma outra matéria que muitos médicos diagnosticam e indicam cirurgias desnecessárias e a SII continua. Bem gostei da matéria, me esclareceu ainda mais!

  2. Fernanda Marino comentou:

    Olá Priscila, realmente as SII são dificeis de diagnosticar, mas vc deve procurar um médico gastroenterologista, de prefrencia especialista nesse tipo de doença, e para que o diagnóstico esteja correto, é necessário fazer uma sério de examos como colonoscopia. Porem se não existe presença de sangue, pode ser que sua filha não tenha SII. Portanto procure indicações de outros pacientes sobre os médicos para levar sua filha, mas não dexe de lava-la, pois é muito importante que ela receba o tratamento correto.

Deixe um comentário