Remédio para emagrecer – Cuidado !!!

por Nutricionista Cristiane Mara Cedra - CRN3 19470

Remédio para Emagrecer

Remédio para emagrecer! Sabe aquela gordurinha do lado, aquela coxa grossa, aquela barriguinha redondinha…é concordo plenamente que o pensamento de tomar um simples remédio e se livrar disso tudo é um tanto quanto tentador. Só de pensar no sofrimento de fazer uma dieta e a preguiça de fazer uma atividade física, muitos não tem dúvidas, dá-lhe um comprimidinho para solução desse problema. Mas será que resolve?

Primeiro quero deixar claro que tudo o que eu escrever aqui é simplesmente a minha opinião. Nada como consultar um médico para entender melhor qual tratamento deve ser feito. Só quero alertá-los ao verdadeiro problema e não tratar o problema de maneira superficial.

Antes de pedir para um médico um remédio para emagrecer pense um pouquinho no que está errado no seu estilo de vida para você estar acima do peso.

Normalmente os mecanismos de ação dos medicamentos são os seguintes: ou eles diminuem a ansiedade, ou controlam a fome, ou diminuem a absorção de nutrientes ou mexem no metabolismo (energia que gastamos para o nosso corpo funcionar sem contar as atividades diárias). Mas se o seu problema é gostar de comer muito e errado o medicamento será uma solução temporária. Você não corrige o problema da raiz e depois que parar de tomar o medicamento engorda tudo de novo. Não adianta falar que depois que tiver magro terá incentivo para manter o peso porque isso é a maior de todas as mentiras. Depois que as pessoas emagrecem elas simplesmente pensam que não tem problema dar uma abusadinha porque depois é só tomar o medicamento de novo e resolver o problema. O melhor tratamento nesse caso é perceber o porquê que come tanto. Por que você não respeita o reflexo de saciedade? Pare agora e pense. Qual é o seu verdadeiro problema?

Na minha opinião, uma pessoa que está com o IMC (índice de massa corpórea) menor de 27 Kg/m2 não deveria se preocupar em tomar medicamento. Somente se o médico achar necessário.

Se o problema é apenas hábito alimentar inadequado o melhor tratamento é a reeducação alimentar. Mas muitas vezes temos hábitos inadequados porque somos ansiosos ou porque estamos estressados ou mesmo passando por algum problema emocional. Aqui o melhor tratamento é a união de um psicólogo, nutricionista e um médico.

Costumo escutar muitas pessoas que estão dentro da normalidade do peso dizerem que querem tomar medicamento porque não conseguem emagrecer os 3 ou 4 quilos que deseja. Quando estamos dentro da normalidade é mais difícil mesmo para perder peso. O corpo não facilita como uma maneira de proteção. Aqui fará a diferença a força de vontade na atividade física e não apenas um medicamento.

Muitas vezes os medicamentos são necessários para colaborar com o emagrecimento. Mas não podemos esquecer de aprender a comer direito, cuidar do nosso estresse e praticar uma atividade física. O tratamento é feito por uma equipe multidisciplinar para dar certo.

Se você deseja resultado rápido, para que consiga mante-lo depois deverá conscientizar-se da importância de descobrir o verdadeiro motivo por você estar engordando. Se o médico achar necessário tomar o medicamento, tome. Mas não esqueça que você não está livre da sua responsabilidade no tratamento para dar certo. Descubra a raiz do seu problema e faça um tratamento adequado para isso.

Fonte:  ANutricionista.Com - Cristiane Mara Cedra - CRN3 19470 - Nutricionista em São Paulo.

Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

5 Comentários para “Remédio para emagrecer – Cuidado !!!”

  1. Graça comentou:

    Olá, é a primeira vez que visito este site e me identifiquei muito com esta matéria, pois comigo aconteceu exatamente isto, fui a um endocrinologista que me pediu alguns exames e me receitou uma composição manipulada de remédios, na época estava 18 quilos acima do meu peso normal, como num passe de mágica em três meses emagreci 20 kg, fiquei magrinha, meu Deus nem acreditava, nunca fui tão feliz em minha vida, mas em menos de um ano recuperei todos os 20 kg, e engordei mais 20 kg, quer dizer aumentei 40kg. Hoje estou com muitos problemas de saúde decorrente da obesidade, meu imc é de obesidade mórbida. Tentei tomar a medicação novamente mas não faz mais efeito em meu organismo. Resultado: estou obesa, doente, e depressiva, sem saber por onde começar, quem toma remédio para emagrecer e consegue emagrecer tem uma dificuldade muito grande para emagrecer com reeducação alimentar visto que o processo de emagrecimento é lento, ocasionando muitas vezes o abandono do plano alimentar. Às vezes bate uma tristeza e com ela vem uma sensação de que não se vai mais conseguir emagrecer, é horrível. Hoje não incentivo ninguém a tomar esse medicamentos pois eles geram um resultado passageiro, é como se vc estivésse num buraco, quando você toma estes medicamentos vc consegue até sair desse buraco, só que quando vc cai de novo com certeza o buraco se torna muito mais fundo, e aí para sair é muito difícil…

  2. Patricia nunes pereira comentou:

    gostaria de me disciplinar na alimentação, procurar trabalhar minha mente e alcançar meus objetivos, ter de volta minha auto estima. Não dá para viver buscando medicamentos

  3. Cecilia comentou:

    Eu não acredito em remédios,mas não consigo ter uma reeducacão alimentar.
    Sofro de ansiedade,não paro de comer mesmo estando cheia estou comendo,não sei o que faço,tenho medo de ficar obesa.minha alto estima está bem baixa.
    Mas a melhor solução é ter uma ótima educação alimentar.

  4. claudia paese comentou:

    Oi. Eu estava pesando 57 kg e precisei fazer algumas cirurgias. Fiquei depressiva, ansiosa e hoje estou com 90 kg. Começo a academia, mas acabo desanimando, devido ao meu problema no pé esquerdo, que dificulta caminhar. Minha alto estima está muito baixa, sou muito ansiosa. Eu me consultei há dois meses atrás com uma médica clinica geral. Ela me encaminhou para uma nutricionista. Minha consulta é amanhã. Estou fazendo um projeto de vida para 2011. Peço muito a Deus domínio próprio para que eu possa realmente fazer o tratamento.

  5. nutricionista comentou:

    Oi Claudia! Parabéns pela iniciativa! Se você não está feliz com seu corpo precisa fazer algo para mudar. Você procurou uma equipe médica e uma Nutricionista. Vou dar uma dica. Por causa da ansiedade aconselho vocâ procurar uma psicóloga. Assim, com a equipe multidisplinar completa, ficará muito mais fácil. Beijos!

Deixe um comentário