Descubra os 10 Erros Cometidos por quem Quer Emagrecer!

por Nutricionista Daniela Mendes Tobaja - CRN3 27602

Pesagem

Em véspera de datas festivas como no final do ano, o desejo em perder alguns quilinhos é praticamente unânime, e notícias sobre nutrição circulam por toda parte,  como na TV, jornais, revistas e internet. Acredito que todos sabemos os passos básicos para uma alimentação saudável e perda de peso,  como aumentar o consumo de frutas, verduras,  grãos integrais, e por este motivo decidi comentar hoje sobre os principais erros cometidos por quem quer emagrecer.

1-) Confundir fome real com fome emocional (causada por ansiedade, tristeza, alegria, etc.). A fome real,  geralmente aparece após 3 horas de uma refeição, já a fome emocional vem a qualquer momento. A fome real vai aumentando de forma gradativa, diferente da fome emocional que vem de repente. A fome real pode ser temporariamente saciada com líquido, já a fome emocional não. Quando estamos com fome real qualquer alimento é bem aceito, já a fome emocional é bem seletiva.

2-) Fazer compras com fome: consequentemente a compra com itens supérfluos será maior.

3-) Fazer dietas restritivas: é muito comum, pacientes que desejam perder peso rapidamente para alguma festa ou viagem, procurarem este tipo de dieta, que consiste basicamente em consumir poucas calorias. Na grande maioria das vezes, a quantidade  calórica consumida é menor do que o metabolismo basal (quantidade mínima de calorias para um bom funcionamento do organismo). Esse tipo de dieta até pode provocar uma perda de peso inicialmente, mas o cumprimento dessa dieta não será por muito tempo e após esse período de privação ocorre o que chamamos de compulsão alimentar (consumo “descontrolado” de alimentos), que irão ocasionar o ganho de peso, muitas vezes superior ao peso inicial, além do mal estar que este tipo de dieta poderá ocasionar como tontura,  fraqueza, irritação, etc.

4-) Fazer dietas sem carboidrato: outro erro comum é a retirada de carboidratos da alimentação. Os carboidratos são fontes essenciais de energia para o corpo e devem representar cerca de 50-70% da nossa alimentação. O que muitos não entendem é que o carboidrato, assim como as proteínas e gorduras, não irão proporcionar o ganho de peso, mas sim a quantidade de calorias ingeridas a mais do que a necessidade diária.

5-) Comer rápido: além de ingerir mais alimentos (até que a fome seja saciada), a má mastigação prejudica a digestão e a absorção dos nutrientes.

6-) Ficar longos períodos sem se alimentar: muitos ainda acham que é necessário ficar sem comer para perder peso. Realmente, se você ficar dias sem comer, alguns quilos poderão ser eliminados. Mas ficar longos períodos sem se alimentar, provoca uma queda no metabolismo a fim de poupar energia, já que não tem energia sendo ingerida; outra consequência, é o aumento da fome (e então, será necessária uma quantidade maior de alimentos para saciar esse longo período sem se alimentar).

7-) Achar que alimentos considerados saudáveis não engordam: os exemplos mais comumente ingeridos em grandes quantidades são: os azeites, o queijo branco, a granola e o pão integral. Mesmo alimentos saudáveis como os citados, tem calorias, e o excesso de calorias leva ao ganho de peso.

8-) Não estipular regras para o consumo de determinados alimentos: como doces, refrigerantes, frituras, petiscos somente aos finais de semana (lembrando que o final de semana é só sábado e domingo).

9-) Escolha alimentar inadequada: mesmo que em pequena quantidade alguns alimentos, principalmente as gorduras e o ácool tem um valor calórico maior, enquanto 1 grama de carboidrato ou proteína contém 4 kcal, as gorduras contém 9 kcal e o ácool 7 kcal. Portanto, um simples bolinho de queijo frito pode representar um alto valor calórico.

10-) Falta de força de vontade: primeiramente quem realmente deseja emagrecer não espera a segunda-feira chegar; e em segundo lugar, o seu objetivo deve ser maior do que a primeira festa ou evento que apareça.

E é claro, depois de todas estas falhas, responsabilizar os pais, o namorado(a) ou a nutricionista, pelo não sucesso e não cumprimento de um plano alimentar saudável.

Fonte:  ANutricionista.Com - Daniela Mendes Tobaja - CRN3 27602 - Nutricionista em Piracicaba.

Coutinho W.F., Monteiro J.B., Sichieri R. Recomendação de alimentação e Nutrição saudável para a população Brasileira. Arq Bras. Endocrinol. Metab. v44. n3, 2000.

Panza V.P., Coelho M.S., Pietro P.F., Assis M. Al.Al., Vasconcelos F. A.G. Consumo alimentar de atletas: reflexões sobre recomendações nutricionais, hábitos alimentares e métodos para avaliação do gasto e consumo energéticos. Rev Nutri. v20, n6, 2007.
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Um Comentário para “Descubra os 10 Erros Cometidos por quem Quer Emagrecer!”

  1. Bruna comentou:

    Adorei a matéria! Eu mesma, ás vezes, cometo esses erros quando quero emagrecer. Agora vou ficar mais atenta no que costumo comer.

Deixe um comentário