O Cacau e a Alfarrobeira

por Nutricionista Francis Moura Santos - CRN5 3243/P

O queridinho entre muitas crianças e mulheres, o chocolate costuma ser considerado o “vilão” da dieta. Com a páscoa, aumenta a preocupação com a quantidade de chocolate ingerida e normalmente as pessoas que estão de dieta tendem a se sentir “torturadas”. Mas será que o chocolate é mesmo um vilão? Será que o tão pecaminoso chocolate pode trazer algum benefício a minha saúde? A boa notícia é que a resposta para as duas perguntas é DEPENDE!

O problema do chocolate está na quantidade de gordura saturada e açúcar, porém o cacau, seu principal constituinte, já está comprovado, pode trazer alguns benefícios à saúde. Assim, o recomendado seria consumir o chocolate com um maior teor de cacau, ao invés do chocolate ao leite.

O chocolate ao leite, quando consumido em grande quantidade, pode ocasionar aumento de colesterol total e aumento de peso, o que contribuem para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Enquanto que o chocolate amargo, aquele que tem um maior teor de cacau, pode proporcionar proteção do sistema cardiovascular.

Isso acontece pois o cacau possui uma boa quantidade de substâncias antioxidantes e flavonóides. Entre esses compostos, encontramos as catequinas do cacau, que protegem  contra a fração LDL, conhecido com colesterol ruim, o colesterol da oxidação que está associado à algumas doenças cardiovasculares. Já o chocolate ao leite, possui muita gordura saturada, que tem ação contrária ao chocolate amargo.

Outra importante ação do chocolate é a de melhorar a produção de serotonina, proporcionando uma sensação de bem estar.

Ok! O Chocolate amargo não é tão fácil de se ingerir quanto o chocolate ao leite, mas que tal ir se adaptando aos poucos?

Então, vamos provar uma receita diferente? Que tal um mousse de cacau com abacate?

MOUSSE DE CACAU COM CHOCOLATE

  • 1 abacate maduro
  • 2 col. (sopa) de cacau em pó
  • 2 col. (sopa) de melaço ou mel ou xarope de agave

Modo de Preparo:

Liquidifique o abacate e o mel. Acrescente, aos poucos, o cacau em pó. Coloque em taças e leve à geladeira.

Que tal? Será que agora dá? Ainda díficil? Então que tal substituir o chocolate pela alfarroba? Ainda não conhece a alfarroba?

A alfarroba é uma vagem de cor escura e de sabor adocicado, rica em vitaminas e mineiras. Atualmente é uma das melhores opções, se não a única, para substituir o chocolate, ou melhor dizendo, o cacau. Outra boa vantagem da alfarroba em comparação com o chocolate, é que esta possui menos teor de gordura que o cacau. Isso tudo, próprio da vagem, ou seja, menor adição de açúcar e menor teor total de gordura, o que resulta em mais benefícios à nossa saúde.

E então? Vai de chocolate meio amargo ou de alfarroba?

As barrinhas de chocolate de alfarroba já são encontrada com muita facilidade em grandes redes de mercado e em casas de produtos naturais.

Seja qual for a sua escolha, lembre-se que o bom senso é sempre um ótimo conselheiro. Apesar dos benefícios que estão sendo descobertos é importante ter o acompanhamento da nutricionista que poderá lhe dizer qual dos dois é melhor para o SEU ORGANISMO. Além disso, evitar os exageros é sempre muito bom, já que tudo em excesso faz mal.

Fonte:  ANutricionista.Com - Francis Moura Santos - CRN5 3243/P - Nutricionista em Salvador.

Compostos antioxidantes do cacau podem melhorar a capacidade antioxidante do sangue. Disponível em: . Último acesso em: 20/03/2012.
Alimento do mês: alfarroba. Disponível em: . Último acesso em: 01/04/2012.
Receita de mousse de cacau com abacate. Disponível em: . Último acesso em: 08/04/2012.
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário