Nutrição e Alimentação no Balé

por Nutricionista Perla Menezes Pereira - CRN3 14198

O balé é uma modalidade artística que engloba habilidades de flexibilidade e força muscular, isso em um corpo que precisa ser necessariamente magro, não hipertrofiado. As horas de treinamento e toda a dedicação necessária ao balé podem colocar os praticantes em risco nutricional. A necessidade de manutenção do corpo magro é fator de risco para o desenvolvimento de transtornos alimentares em bailarinas, segundo a literatura. Sabemos que os bailarinos, em sua maioria, iniciam a pratica do balé ainda na infância, daí a importância de avaliação do status nutricional para a garantia do adequado crescimento dessas crianças.

O acompanhamento nutricional dos praticantes de balé tem como objetivos manter o equilíbrio nutricional, manter e melhorar a saúde geral, garantir o crescimento adequado (quando crianças e adolescentes) e proporcionar ganho de massa magra para garantir o fortalecimento muscular. Geralmente, segundo a literatura, a dieta dos bailarinos é baixa em calorias, ferro, cálcio e gorduras essenciais (poliinsaturadas), comprometendo o ganho de massa ósseo e o desenvolvimento e crescimento geral.

Entre as meninas, é comum a presença da tríade da atleta do sexo feminino, que é caracterizada pelo baixo consumo de calorias em longos períodos, pela irregularidade menstrual causada pelo desequilíbrio dos hormônios sexuais femininos, pela perda de massa óssea e, em alguns casos, pelo desenvolvimento de transtornos alimentares (bulimia ou anorexia). Assim, sendo o grupo de bailarinos caracterizados como vulneráveis a deficiências nutricionais, é importante frisar a necessidade de assistência nutricional para os praticantes da modalidade.

Como o nutricionista pode auxiliar pessoas que praticam e treinam o balé? Por meio de educação nutricional aos praticantes, o equilíbrio nutricional é mantido e o ganho de desempenho físico é assegurado.

A seguir, algumas orientações importantes:

  • Ingerir nutrientes de todos os grupos de alimentos de forma a garantir o aporte nutricional adequado;
  • Fracionar a alimentação (comer ao menos 5 refeições diariamente);
  • Não pular refeições;
  • Ter uma alimentação rica/variada e não restrita a poucos alimentos;
  • Priorizar o consumo de grãos e cereais integrais;
  • Comer alimentos fontes de proteínas diariamente (carnes, cereais integrais, feijões, queijos, leites, sementes oleaginosas como nozes e castanhas);
  • Comer alimentos fontes de ferro diariamente (carnes, cereais integrais, feijões);
  • Comer leite, queijo ou iogurte diariamente para manutenção do aporte de cálcio;
  • Comer hortaliças e frutas diariamente (ao menos 3 porções de frutas e 3 de hortaliças);
  • Evitar alimentos processados/ industrializados ricos em gordura e sal;
  • Evitar frituras (máximo de 1 vez na semana);
  • Consumir líquidos para correta hidratação (água, sucos de polpa, água de coco);
  • Jamais iniciar um programa de suplementação nutricional sem acompanhamento e prescrição do nutricionista;
  • Agendar de tempos em tempos uma avaliação nutricional com um nutricionista, como medida de prevenção e promoção da sua saúde.

O fator determinante da nutrição para os bailarinos e praticantes de balé é a manutenção do bem-estar físico a fim de que o melhor desempenho seja atingido. Como em todas as modalidades esportivas, a dieta é importante – mas ainda é negligenciada na rotina dos bailarinos, mesmo entre os profissionais. Assim, reitero que o nutricionista pode fazer muito pela arte do balé.

Fonte:  ANutricionista.Com - Perla Menezes Pereira - CRN3 14198 - Nutricionista em Ribeirão Preto.

American College of Sports Medicine. Nutrition and Athletic Performance. Joint Position Statement, 2009.

Ministério da Saúde. Guia Alimentar para a população brasileira – promovendo a alimentação saudável. 2011.
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário