Jantar Magro

por Nutricionista Giovana Guido - CRN3 21630

CB068074

Elimine de vez de sua cabeça a idéia de que jantar/comer à noite engorda. Muitas pessoas deixam de fazer essa importante refeição por acharem que vão ganhar peso, barriga ou terem dificuldade para dormir por estarem de estômago cheio. Todavia, o que você ingere à noite, faz toda a diferença. Qualidade e quantidade contam muito aqui.

Pelo fato de estarmos nos preparando para dormir (sejam 5, 6 ou 8 horas), precisamos estar bem nutridos para manter um bom perfil de nutrientes no sangue durante a madrugada toda. Se você é daqueles que se exercita logo de manhã ou que estuda cedo, mais uma razão para que você NUNCA durma em jejum. Pessoas que exercem atividades desgastantes logo cedo (seja treinar, estudar, fazer uma prova, trabalho pesado, etc.), devem estar bem abastecidas para que possam desempenhar suas atividades com 100% de eficácia, então, se não comerem bem à noite, não terão reservas energéticas necessárias para isso.

Mas, fica a dúvida: o que comer?

Você tem 3 opções do que ingerir: comida, lanche ou sopa. Tudo dependerá do seu apetite e do seu hábito individual, porém, você pode variar entre eles, o que é melhor ainda. Se você já tem o costume de cortar todo o carboidrato à noite, tente voltar aos poucos, colocando um pouco desse nutriente em seu cardápio, pois, você notará os benefícios do rendimento pela manhã. Tome nota:

1-       OPÇÃO COMIDA: Você pode realizar uma refeição normal e completa, com arroz e feijão ou macarrão (as versões integrais são bem melhores), carne magra ou ovo (intercale entre carnes vermelhas, brancas e ovos, mas tudo sem ser frito, prefira assado, grelhado, ao molho, etc.) e legumes e verduras à vontade (tempero com azeite extra-virgem é obrigatório). Se gosta de líquidos durante a refeição, não há problema, porém, tome no máximo 1 copo médio e prefira os líquidos sem açúcar e gás (pode ser suco sem açúcar, água de coco ou água mineral). Após a comida, inclua frutas, salada de frutas ou gelatina como sobremesa.

2-       OPÇÃO LANCHE: Essa opção conquistou muitos adeptos, mas atente aos ingredientes desse lanche. Prefira os pães magros (integrais, light, sem gordura e açúcar), recheios do tipo: queijo branco, peito de peru/chester ou frango, presunto magro, patê de sardinha e atum, etc. Colocar uma salada no lanche é essencial para garantir vitaminas e minerais, lembrando de molhar o pão com o azeite. Em relação ao suco e sobremesa, a escolha deve ser igual à citada acima.

3-      OPÇÃO SOPA: No verão ela é excluída dos cardápios, mas no inverno volta com força total. Uma sopa bem nutritiva é uma ótima opção para jantar. Ela deve conter alguma fonte de carboidrato: macarrão integral, aveia ou outros cereais, croutons, etc., fonte de proteína: peito de frango, carne desfiada, peixe, ovos, etc., e fonte de vegetais: legumes e verduras à escolha. Evite sopas prontas e aquelas com creme/queijo, etc. Bebida e sobremesa de frutas também podem completar a refeição.

Pronto, aí está seu guia para um jantar magro e sem peso na consciência ou estômago! Está preparado para começar a se alimentar melhor à noite?

Boa sorte!

Fonte:  ANutricionista.Com - Giovana Guido - CRN3 21630 - Nutricionista em Campo Limpo Paulista.

KLEINER, Susan M.; GREENWOOD-ROBINSON, Maggie. Nutrição para o treinamento de força. São Paulo. Editora Manole, 2002.

BIESEK, Simone; GUERRA, Isabela, ALVES, Letícia Azen. Estratégias de nutrição e suplementação no esporte. Editora Manole, 2005.
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário