Gorduras Ruins vs Gorduras Boas

por Nutricionista Cristiane Mara Cedra - CRN3 19470

Quem não conhece alguém que tem colesterol alto? Ou quem não conhece alguém que diz engordar apenas na barriga? É, parece que são coisas impossíveis de não ter para quem gosta de deliciar-se com as mais diversas e saborosas comidas; que muitas vezes são cheias de gorduras. Mas nem tudo está perdido. Vamos entender para que servem as gorduras e as diferenças entre elas. Gorduras são super importantes para o organismo. Entre as suas funções podemos destacar três, sendo elas:

  • são responsáveis por manter a temperatura do nosso corpo;
  • por proteger contra choques mecânicos;
  • por produzir nossos hormônios.

Gorduras

Imaginem a bagunça que seria em nosso organismo se não tivessemos hormônios. Mas se elas são tão importantes, por quê geram conseqüências tão desastrosas para o nosso organismo? Para responder a essa pergunta vamos entender as diferenças entre as gorduras:

  • Gorduras saturadas: são as gorduras de origem animal. São consideradas as gorduras ruins para o nosso organismo. São responsáveis por elevar o colesterol LDL que podem levar aos problemas cardíacos. Então, sempre que pensamos em um animal, temos que saber que sua gordura é ruim para a nossa saúde. Exemplos: o leite vem da vaca, que por sua vez é um animal, e portanto sua gordura é ruim para a nossa saúde. Um copo de leite integral possui 6g de gorduras, sendo de 3g a 4g somente de gordura ruim. Imaginem, se precisamos de três copos de leite por dia, o que isso pode representar para a nossa saúde! Nesse caso, podemos tomar leite desnatado que possue a mesma composição do leite integral; porém, sem gordura!
  • Gorduras insaturadas: são as gorduras de origem vegetal. São consideradas gorduras boas para a saúde. Óleo de linhaça, azeite, óleos vegetais, abacate, castanhas e nozes são exemplos de gorduras boas. Elas colaboram com o aumento do nosso colesterol bom (HDL). Esse tipo de gordura não deposita-se somente na região da barriga e ainda colaboram com o nosso coração.
  • Gorduras Trans: É uma modificação industrial das gorduras boas transformando-as em gorduras horríveis para a saúde. Além de aumentar a taxa do colesterol ruim (LDL), diminui as taxas do colesterol bom (HDL). Achamos esse tipo de gordura nas bolachas doces, biscoitos salgados, pães doces, sorvetes, gorduras hidrogenadas, chocolates hidrogenados, etc. Sempre precisamos escolher os alimentos que vêm escritos livres de gorduras Trans nas embalagens. Entretanto, lembre-se que apesar do alimento ser livre de gordura trans, não siginifica que pode ser consumido em excesso. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. E também devemos lembrar que esses alimentos estão livres de gorduras Trans apenas na porção indicada na embalagem. Se desejar consumir um pacote de bolacha sozinho, com certeza irá consumir gordura Trans. Segundo a ANVISA, só é obrigatório colocar a quantidade de gordura Trans no rótulo quando essa for maior que 0,2g, ou seja, uma bolacha pode ter menos dessa quantidade, mas em um pacote cheio não !

Respondendo a pergunta inicial, as gorduras não são as vilãs para a nossa saúde e sim as nossas escolhas em relação à elas. Quem está preocupado com a qualidade da alimentação pode introduzir, por exemplo, creme de soja (origem vegetal) ao invés de creme de leite (origem animal) nas preparações. Em calorias não muda muito, mas em qualidade é totalmente diferente. Gorduras boas devem estar presentes todos os dias nas nossas refeições.

Agora aposto que ficou uma pergunta na cabeça do leitor: mas por quê o óleo é considerado uma gordura boa? Pois é, tanto óleo quanto azeite são ótimos para a saúde desde que não sejam aquecidos. Com a temperatura elevada, essas gorduras boas saturam e transformam-se em gorduras ruins maltratando a nossa saúde.

Agora que vocês entenderam a diferença entre os tipos de groduras vamos praticar Saúde. Evitem as gorduras ruins e dêem boas vindas às gorduras boas.

Fonte:  ANutricionista.Com - Cristiane Mara Cedra - CRN3 19470 - Nutricionista em São Paulo.

Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

7 Comentários para “Gorduras Ruins vs Gorduras Boas”

  1. André Firpo comentou:

    Muito bem explicado!!! mais uma vez está de parabéns

    você é uma otima nutricionista :)

  2. barbara drumm comentou:

    Gostei muito da forma que foi usada para explicar, me ajudou muito. Obrigada.

  3. pedro mendes comentou:

    Esclareci minhas dúvidas. obrigado!

  4. José comentou:

    Oi, Cristiane Mara Cedra, descobri agora verdade das gorduras e seus efeitos no nosso organismo, mt. Obrigado por esse esclarecimento, mt. útil.

  5. Irani Scholz comentou:

    Boa explicação, obrigada.

  6. Ricardo J. Paranhos comentou:

    Parabéns por sua explicação sobre gorduras. Tenho certeza que você me ajudou e a outras pessoas que não são da área de saúde também. Obrigado!

  7. Rafael Silveira PEL comentou:

    Explicação muito clara e objetiva!

Deixe um comentário