Fitoterapia e Estética

por Nutricionista Francis Moura Santos - CRN5 3243/P

É cada vez mais perceptível a crescente preocupação com a aparência e valorização da estética. E a beleza, além de ser mais valorizada e desejada, ainda se tornou um bem de consumo, tendo em vista que esta pode ser “construída”.  E para quem ainda pensa que a estética é uma preocupação única e exclusivamente feminina, é válido saber que a cada ano que passa os homens têm se preocupado mais com a sua aparência.

Recentemente, na Revista Brasileira de Nutrição Funcional, saiu um artigo falando dos avanços da fitoterapia no campo da estética. Mas antes de entrarmos nesse assunto, vamos entender um pouco o que é a fitoterapia? Fitoterapia é uma palavra que deriva da junção de dois radicais gregos: “phytos” = planta e “therapia” = tratamento. Ou seja, trata-se de uma terapêutica caracterizada pelo uso de plantas medicinais, e que é característico das medicinas chinesa e da Ayurvédica. Porém, aqui no Brasil, teve influência dos índios, negros e portugueses.

As plantas medicinais possuem em sua constituição princípios ativos que são produzidos a partir do metabolismo da planta e que possuem ação terapêutica em nosso organismo. Essas plantas podem ser utilizadas de diversas formas , porém a sua terapêutica depende da parte da planta utilizada, do efeito desejado e da doença a ser tratada. Trata-se de uma terapia utilizada como coadjuvante de outros procedimentos estéticos. Então, vamos falar um pouco sobre alguns fitoterápicos que auxiliam no tratamento estético?

Presente no chá verde, a epigalocatequina-3-galato é um polifenol que ao ser acrescentado em soluções de uso tópico induz o alongamento do folículo capilar e auxilia no crescimento do cabelo. Mas se a sua preocupação é com a queda excessiva de cabelo, ou com a calvície, nesse caso a Puerariae flos tem demonstrado um ótimo efeito, não somente de prevenir e amenizar a queda de cabelo, como também auxiliar no crescimento capilar.

Outra preocupação, principalmente entre as mulheres, e ainda relacionada ao cabelo, são os famosos fios brancos. O extrato das folhas de Piper nigrum, também conhecido como pimenta-preta ou pimenta-do-reino, é um fitoterápico que têm demonstrado ótimos efeitos na prevenção do aparecimento de fios brancos. E vai muito além disso, já que também contribui no tratamento da queda capilar.

Já falamos de alguns fitoterápicos que atuam na melhora dos fios capilares, agora que tal falar um pouco sobre a pele e os fitoterápicos que auxiliam a mantê-la mais linda e saudável. Entre eles, novamente, vemos o chá verde. Pesquisas demonstram que os polifenóis presente no chá verde, em particular a epigalocatequina-3-galato (EGCG), tem uma importante ação na prevenção dos efeitos danosos ocasionado pelos raios ultravioletas, entre eles o fotoenvelhecimento (envelhecimento precoce da pele devido aos danos causados pelos raios solares). Outro fitoterápico que tem importante ação no fotoenvelhecimento, principalmente devido ao seu efeito antioxidante, é o Polypodium leucotomos.

A amla (Embilica officinalis Gaertn) é um fitoterápico rico em vitamina C, minerais e aminoácidos, além de ser uma planta rica em comp0stos fenólicos como taninos, rutina, cucruminóides, emblicol e outros. Esse fitoterápico age no metabolismo do colágeno, auxiliando na manutenção da firmeza da pele e evitando aquele aspecto de pele envelhecida.

O Brasil, atualmente, é o terceiro maior consumidor de cosméticos no mundo. Porém, o uso de fitoterápicos para auxiliar nos tratamentos cosméticos deve obedecer a normas para manter a sua segurança e o uso racional destes. Assim, somente um profissional especializado, e que tenha conhecimento em fitoterapia, pode prescrever as plantas relacionadas acima. Isso sem falar que apesar de ser uma terapia milenar em determinadas culturas, ainda são necessários muitos estudos a fim de compreender melhor o efeito das plantas sobre o nosso organismo. Por isso, não use nada sem o consentimento de seu médico ou nutricionista.

Fonte:  ANutricionista.Com - Francis Moura Santos - CRN5 3243/P - Nutricionista em Salvador.

MATTOSO, Vânia. Avanços fitoterápicos no campo da estética. Revista Brasileira de Nutrição Funcional. ano 12. ed. 52. São Paulo/SP.
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário