Fertilidade e Nutrição

por Nutricionista Adriana Fernandes Miranda - CRN4 09100076

A-Infertilidade-inexplicavel-FERTILIDADE-NATURAL

Poucas pessoas sabem, mas o estado nutricional antes e durante a gravidez é crítico tanto pra mãe quanto para o bebê, como por exemplo, influenciando na prevenção de doenças crônicas não transmissíveis (como diabetes e hipertensão), e inclusive na capacidade reprodutiva da mulher para outras gestações. O período gestacional é caracterizado por inúmeras alterações orgânicas, como físicas, emocionais, de comporto, alimentares e outras. Todas essas alterações são extremamente necessárias para que o organismo da gestante consiga garantir o desenvolvimento adequado do bebê e da gestação como um todo, além de também preparar para o trabalho de parto e o período de lactação.

A constatação simples de que somos feitos de nutrientes obtidos através da ingestão dos alimentos, e que esses nutrientes executam todas as funções do nosso organismo, atualmente é negligenciada. Logo, podemos observar o aumento nas taxas de infertilidade feminina e masculina, assim como do número de abortos espontâneos, partos prematuros e crianças que nascem alérgicas.

Ainda não existe a cultura de uma nutrição adequada (alimentação saudável) quanto ao período anterior à gravidez, ignorando-se a sua importância para o sucesso da concepção, da fertilidade, da proteção do recém nascido frente ao risco de má formação fetal e de seu peso ao nascer. Ou seja, quanto mais saudáveis e equilibrados nutricionalmente a mãe e o pai estiverem, assim também será com seu óvulo e seu espermatozóide, aumentando as chances de gerarem um bebê saudável. Um organismo desiquilibrado nutricionalmente pode não ser estéril, porém pode ter as chances de engravider e/ou manter a gravidez reduzidas.

Embora existem nutrientes que são diretamente relacionados com com a fertilidade, como zinco, vitaminas do complexo B, selênio, vitamina E, Vitamina A, colesterol, magnésio, ômega 3, entre outros, devemos lembrar que os nutrientes só agem em conjunto. A carência ou excesso de qualquer nutriente irá interferir na ação dos outros, desiquilibrando suas funções. Podemos entender então, que uma alimentação equilibrada em qualidade e quantidade, assim como a regularidade (comer em intervalos regulares de 2 a 3 horas), ingestão de líquidos adequada, priorizar alimentos naturais ao invés dos industrializados são umas das táticas para quem quer manter ou aumentar sua fertilidade.

Exemplo de escolhas alimentares para os futuros papais:

OBS: este exemplo a seguir contém somente os alimentos, com objetivo de demonstrar escolhas equilibradas. A quantidade a ser utilizada deve ser indicada pelo seu nutricionista, assim como adequar estas opções  a individualidade de cada pessoa.

Café da manhã: Pão de forma integral + manteiga + queijo branco
Iogurte + granola
Mamão

Lanche da manhã: Oleaginosas (nozes, amêndoas, castanhas)

Almoço: Arroz integral + feijão sem salgados
Cenoura cozida (à vapor)
Brócolis cozido (à vapor)
Repolho refogado
Bife de carne vermelha
Salada verde (com alface, rúcula, agrião…)
Suco natural de abacaxi com hortelã

Lanche da tarde: Bolachas integrais + requeijão
Maçã com casca

Jantar: Arroz com lentilha
Ovo cozido
Legumes cozidos e refogados (batata, chuchu, cenoura)
Salada de alface com tomate e cebola
Suco de morango

Ceia: Mingau de aveia.

No momento da fertilização quando um ser humano começa a existir, a Nutrição tem início. Este período do desenvolvimento, quando as coisas podem ser definidas é de vital importância, e a Nutrição pode exercer uma profunda influência, que se estende por toda a vida.

Fonte:  ANutricionista.Com - Adriana Fernandes Miranda - CRN4 09100076 - Nutricionista no Rio de Janeiro.

Carreiro, D.M. & Correa, M. M. Mães saudáveis têm filhos saudáveis. 1º edição. São Paulo, SP, 2010.
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário