Efeito sanfona: Saiba as causas

por Nutricionista Ana Paula Fidélis - CRN9 6192

As pessoas estão sempre buscando perder peso a qualquer custo. Muitos praticam hábitos exorbitantes e acreditam que um esforço a curto prazo fará a diferença. Infelizmente o que mais tem acontecido é a recuperação do peso perdido.

Atualmente a informação em internet, televisão e até mesmo rádio está bastante avançada no quesito emagrecimento, pele saudável, dicas para diminuir o colesterol e outros. Esta informação constante pode trazer sérias consequências para quem as recebe. Não é comentado na maioria dos canais de transmissão que é importante o acompanhamento e que as orientação não pode ser generalizada. Desta forma muitos recebem a informação e começam a praticar sem saber os riscos que estão correndo. Esta atitude é uma das causas da recuperação do peso perdido.  No decorrer do texto você vai entender o por que.

É importante relatar que para cada quilo perdido é necessário que você mantenha firme a reeducação alimentar em 1 mês. Isso porque o seu corpo vai tentar de todas as maneiras recuperar o peso perdido.  Outra informação é que cada ser é único e responde diferente aos tratamentos, dietas e até mesmo medicamentos.

Veja aqui os principais erros cometidos e causadores do efeito sanfona:

1 - Dietas de Revista: a maioria delas é por redução de calorias, uso de alimentos diet e light e restrições rígidas na alimentação. Essas dietas não tem efeito de reeducação alimentar e isso não é benéfico ao corpo porque o mesmo perde muito peso em um determinado tempo sem estar preparado para isto. Além disso tudo é generalizado e não há a prevenção de doenças com dietas de revista. Outro fator é que elas são pobres em vitaminas, minerais, fitoquímicos para acelerar o metabolismo e não contém realmente o que você precisa para emagrecer saudável. O uso de dietas deste tipo faz com que haja um maior desânimo em se reeducar porque são complicadas de fazer e não tratam a causa do ganho de peso, assim, quando terminar você vai estar com as mesmas alterações;

2 – Uso indiscriminado de diet, light e adoçantes: estas substâncias são maléficas a saúde. De forma a melhorar o sabor destes alimentos a indústria aumentou o conteúdo de sal neles ou gorduras hidrogenadas. A alta quantidade de adoçantes também está presente. Já foi bem documentado que os adoçantes podem até aumentar o peso porque aumentam a absorção de açúcar e este é convertido em gordura. Outro fator é que os alimentos doces na boca são preditivos do número de calorias, ou seja, você consome estes alimentos ricos em adoçantes e seu corpo pensa que é açúcar e você engorda sem ter ingerido;

3 – Uso de medicamentos: é um dos maiores erros cometidos pelas pessoas. Salvo aquelas que necessitam por forças maiores. O uso de medicamentos diminui a velocidade do seu metabolismo, altera hormônios e prejudica o seu corpo. Quando se utiliza há uma rápida perda de peso porque o medicamento atua na inibição da fome. Mas quando você cessa o uso o seu corpo volta a secretar os hormônios que aumentam a fome e você passa a comer e até mesmo mais. Resultado: ganho de peso. E muitos ainda relatam o ganho em dobro do peso perdido;

4 - Ficar sem comer por muitas horas: muitas pessoas acreditam que quanto mais restrições, mais fome, mais perda de peso. A princípio há a perda de peso mas o corpo além de não ficar com o metabolismo sempre acelerado, sente a necessidade de recuperar o peso perdido e para isso aumenta os hormônios que fazem com que você coma mais. O pior é que são alimentos gordurosos, fast food, besteiras e lanches que queremos. Quanto mais tempo você ficar sem comer, mais irá comer depois;

5 – Retirar algum macronutriente da alimentação como carboidratos ou proteínas ou gorduras. Nosso corpo precisa de todos estes nutrientes, então não pode retirá-los da alimentação porque a necessidade por eles fará com que você coma mais;

6 – Praticar exercício físico sem se alimentar: com esta prática há a perda de massa muscular e não de gordura! Sem contar que o seu metabolismo fica ainda mais lento porque são os músculos também que oxidam a gordura;

7 – Liberar no final de semana: muitos ficam em “dieta” a semana toda e no final de semana comem de tudo. Infelizmente não somos feitos de cálculos e esta reação não é exata. Então há várias alterações hormonais e isto leva ao ganho de peso e recuperação. Esta prática é uma das mais perigosas.

Eu sempre digo a todos que me perguntam o que fazer para emagrecer: Procure uma nutricionista! Não faça escolhas por internet, informações passadas por pessoas que não são preparadas, dietas prontas. O profissional vai te ajudar, tratar a causa do ganho de peso e o seu sucesso será garantido. É muito melhor do que você perder peso e depois recuperar tudo!

Fonte:  ANutricionista.Com - Ana Paula Fidélis - CRN9 6192 - Nutricionista em Belo Horizonte.

Livro - REEDUCAÇÃO ALIMENTAR, Michael Oswaldo,Editora LTR, 2001.
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário