Doença Celíaca

por Nutricionista Fernanda Marino de Oliveira - CRN8 6502

O que é a Doença Celíaca?

Doença Celíaca, ou seja, intolerância permanente ao glúten, geralmente se manifesta na infância podendo, entretanto, surgir em qualquer idade, inclusive na fase adulta. O tratamento da doença consiste em uma dieta totalmente isenta de glúten.

Os portadores da Doença Celíca têm sintomas como diarréia, distenção abdominal e vômitos, mas a médio e longo prazo  desenvolvem anemia, perda de peso, e no caso de crianças atraso no crescimento. Isso porque os portadores perdem a capacidade de absorção do intestino se consumirem o glúten.

O que é o GLÚTEN?

É a principal proteína presente no Trigo, Aveia, Centeio, Cevada, e no Malte (subproduto da cevada), cereais amplamente utilizados na composição de alimentos, bebidas industrializadas, medicamentos e outros produtos não ingeríveis. O glúten não desaparece quando os alimentos são assados ou cozidos, e por isto uma dieta deve ser seguida à risca.

Os portadores da doença Celíaca  PODEM CONSUMIR:

Biscoitos e bolos à base de: tapioca, fécula de batata, polvilho doce e azedo, milho e maisena;

Frutas e verduras á vontade;

Arroz branco e integral;

Farinha de mandioca;

Leite fermentado/iogurte/coalhada, queijo, manteiga e creme de leite;

Ovos;

Peixes gordos: salmão, atum, sardinha, cavala (ômega 3 = antiinflamatório);

Gelatina, pudim de arroz, sagu ou maisena, geléia de mocotó, geléia de frutas, goiabada, bananada, marmelada;

Azeite de oliva extra virgem, óleo de canola, milho, soja ou girassol;

Soja e derivados: leite, tofu, proteína vegetal texturizada;

Suco de frutas, chás claros (camomila, erva doce, capim limão, etc.);

Importante: Ler os rótulos das embalagens verificando a presença de glúten ou trigo, aveia, cevada e centeio.

Os portadores da doença Celíaca  NÃO PODEM CONSUMIR:

Produtos que contenham em sua composição: aveia, centeio, cevada e trigo (aveia em flocos, pão francês e de forma, macarrão, bolos e biscoitos industrializados);

Produtos a base de glúten;

Doces concentrados em excesso;

Leite de vaca ou cabra;

Chocolate em barra e achocolatado em pó;

Carnes enlatadas, frios com farináceos;

Molhos comerciais de saladas;

Levedo de cerveja

Cerveja clara.

Alertas Importantes:

Tenha bastante cuidado com algumas situações, tais como:

Batata frita de restaurante, lanchonete, etc. Certifique-se de que o óleo utilizado na fritura não seja utilizado também para outros fins, pois muitas vezes o mesmo óleo é usado para fritar salgadinhos, deixando-o contaminado com o glúten.

Nunca compre bolachas em padarias que também preparem pães com trigo, pois isso leva à contaminação, uma vez que o trigo, por ser um pó muito fino, fica em suspensão no ar. Ele fica em quantidades mínimas, é claro, mas para o celíaco já é o suficiente para fazer um estrago.

Evite comer feijão quando não souber como ele foi preparado, já que muitas pessoas utilizam o trigo para engrossar o caldo, contaminando-o.

Se outros familiares consomem alimentos com trigo, (como pão, por exemplo), é preciso atenção com a margarina, ou melhor, com os talheres, pois sem querer eles podem ser contaminados. Por exemplo: passando a margarina no pão, utilizamos a faca, que voltará para o pote de margarina. Quando passamos a faca no pão, ela pode ficar contaminada. Desse modo, contamina-se também a margarina, no momento em que a recebe de volta. Assim, a margarina não pode ser consumida pelo celíaco. E esse mesmo caso se aplica a geléias, queijos, etc.

Muito cuidado com as farinhas de milho. Muitos moinhos de milho também trabalham com trigo. Se for possível, procure na sua região por moinhos artesanais e certifique-se que não moem trigo.

Consulte um Nutricionista para uma dieta saudável!

Acesse: www.acelbra.org.br

Associação dos Celíacos do Brasil

Fonte:  ANutricionista.Com - Fernanda Marino de Oliveira - CRN8 6502 - Nutricionista em Maringá.

Associação Dos Celíacos do Brasil - ACELBRA. http://www.acelbra.org.br/2004/doencaceliaca.php, 2010
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário