Disfunções da Tiróide e o papel da Nutrição

por Nutricionista Thiago Fuster Giacometti - CRN3 21.894

0tireoide

A tiróide é uma glândula em forma de borboleta localizada na parte anterior do pescoço responsável por sintetizar dois hormônios: a triiodotironina (T3) e a tiroxina (T4). Estes hormônios tireoidianos são fundamentais no estabelecimento da taxa metabólica global, ou seja são responsáveis pelo equilibro do metabolismo (gasto energético). Muitos ainda confundem ou não sabem o que ela é e quais as diferenças do hipotiroidismo e hipertiroidismo. Um dos maiores jogadores da atualidade (Ronaldo) informou que um dos motivos da sua aposentadoria é hipotiroidismo, logo em seguida aumentou muito a publicação de artigos e assuntos correlacionados a TIRÓIDE.  Quando os níveis de T3 e T4 estão elevados ocorre  o que chamamos de Hipertiroidismo, quando o T3 está abaixo do normal, chamamos de Hipotiroidismo (Doença responsável pela aposentadoria de jogador Ronaldo). Apesar de muitos não conhecerem, estas disfunções tem tratamento, e o indivíduo pode levar uma vida tranquila se seguir o tratamento. Os sintomas que essas disfunções causam, são opostas, enquanto um ganha peso, o outro perde, enquanto um fica depressivo o outro fica nervoso, segue abaixo uma tabela com os sintomas de ambas as disfunções.

SINTOMAS

HipotiroidismoHipertiroidismo

Fadiga – Fadiga

Ganho de peso – Perca de peso

Intolerância ao frio – Intolerância ao calor

Depressão – Irritação

Demência – Insônia

Cãimbras e mialgias – Tremor

Bradicardia – Fragilidade muscular

(Frequência cardíaca baixa)

Constipação – Dispnéia (Dificuldade de respirar)

Irregularidade menstrual – Palpitação

Infertilidade – Taquicardia

Queda de cabelos – Hiperdefecação

Sudorese (suor) – Irregularidade menstrual

Além dos medicamentos, o paciente com disfunção da tireóide deve ser orientado com relação a sua alimentação. É necessário seguir uma dieta equilibrada e orientada por um nutricionista, devendo tomar cuidado com alimentos calóricos e gordurosos, principalmente os portadores de hipotiroidismo. Segue abaixo um dos principais nutrientes que não podem faltar no prato desses pacientes.

Alimentos ricos em tirosina: este aminoácido junto ao iodo, ajuda a formar tiroxina. Fontes: carne, peixe, peito de peru, banana, iogurte, etc.

Iodo: iodo é um elemento responsável para fazer hormônios da tiróide. Você pode encontrar este mineral em sal iodados, peixes e mariscos de água salgada.

Cálcio: Quando o indíviduo tiver hipertioidismo, precisa de uma dieta rica em cálcio. Ex: vegetais verdes-escuro, leite e derivados.

Alimentos ricos em selênio: este mineral ajuda  regularizar a tiroxina, você pode encontrar este excelente mineral no frango, carne, atum, nozes, alho e cebola.

Alimentos ricos  em vitaminas do complexo B: ajudam a manter a saúde dos nervos, pele, olhos, cabelos, fígado e boca. Fontes: banana, batata, lentilha, pimenta, óleo de oliva, peru, fígado e atum.

Alimentos ricos em proteínas de alta qualidade: a proteína é um macronutriente responsável pela reconstrução muscular e glândulas hormonais. Alimentar-se de alimentos fontes de proteínas como as carnes, leite e seus derivados ajuda a conter a letargia.

Disfunções da tiróide, como muitas doenças em nosso organismo, o portador não deve-se abdicar de uma boa alimentação e de uma vida normal e feliz. Deve-se sim ter uma dieta saudável e equilibrada e seguir seu tratamento. Procure um nutricionista para melhor orientá-lo e sanar suas dúvidas.

Fonte:  ANutricionista.Com - Thiago Fuster Giacometti - CRN3 21.894 - Nutricionista em Santo André.

MAHAM, K AND STUMP, S. Krause Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 11ª edição.
POWERS, S AND HOWLEY, E. Fisiologia do Exercício: Teoria e Aplicação ao Condicionamento e ao Desempenho. 05ª edição.

RHEE, S AND PEARCE, E. Sistema endocrino y corazón: Una revisión. Rev EspCardiol.2011;xx(x):xxx–xxx
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário