Dietas da moda: Cuidado!

por Nutricionista Fabiele Johann - CRN2 9190

Dietas da Moda

Dieta da Sopa, dieta dos Sucos, da Lua, do Tipo Sanguíneo, do Dr. Atkins, de South Beach, da USP, do Atum… Você com certeza já deve ter ouvido falar ou até está tentado seguir alguma dessas dietas! São famosas e muito divulgadas por prometerem uma grande perda de peso em pouquíssimo tempo.

Os meios de comunicação de massa (principalmente a Internet) vêm contribuindo para o aparecimento de conceitos inadequados para a busca de um “corpo ideal”. Hoje em dia, muitas pessoas procuram seguir uma dieta de emagrecimento porque desejam uma aparência mais atraente. E esse apelo tem aumentado a veiculação de dietas impróprias e inadequadas do ponto de vista nutricional.

Essas dietas, apesar de proporcionarem um emagrecimento a curto prazo por restrição de calorias, elas dificilmente podem ser mantidas por um longo período de tempo. É aí que está o grande problema: não há uma reeducação alimentar. E sem a mudança de comportamento que a reeducação proporciona, fatalmente a pessoa recuperará o peso perdido podendo, inclusive, ganhar ainda mais! A seguir, falaremos sobre as principais dietas da moda e o que ela pode acarretar à sua saúde.


DIETA DO DR. ATKINS (DIETA DAS PROTEÍNAS) – Característica: propõe redução radical do consumo de carboidratos (massas, pães, doces, açúcares); libera o consumo de carnes (principalmente vermelha), ovos, maionese, manteiga, gorduras em geral; tem cerca de 1000kcal/dia, sendo que praticamente metade das calorias provém de gorduras.

Aspectos negativos: causa deficiências de vitaminas e minerais pela proibição do consumo de frutas e vegetais; a dieta tem baixa adesão, devido a sintomas como fraqueza, cansaço, dores de cabeça e mau hálito; a baixa ingestão de fibras pode ocasionar constipação; o excesso de gordura pode levar a problemas cardiovasculares; também pode ocorrer o surgimento de diabetes, pela menor sensibilidade dos tecidos à insulina e à hiperplasia das células b das ilhotas pancreáticas.


DIETA DE SOUTH BEACH – Característica: é uma variação mais amena da dieta do Dr. Atkins. Estimula o consumo de gorduras monoinsaturadas (ex: azeite de oliva, amendoim, nozes); permite comer carnes, queijos, frango sem pele, bacon com moderação; a partir da terceira semana, introduz frutas, leite desnatado e carboidratos integrais.

Aspectos negativos: apesar de ser uma das dietas que mais se equipara a uma dieta equilibrada, os aspectos negativos mostram-se semelhantes aos da dieta anterior. Os primeiros 15 dias são considerados “programas de jejum”, pois a dieta mostra-se extremamente proibitiva; podem ocorrer danos à saúde do ponto de vista clínico e nutricional; ocorrem perdas de água e sais minerais.


DIETA DO TIPO SANGUÍNEO – Característica: dieta criada por um médico americano chamado Peter James D’Adamo. Os alimentos são divididos em 3 categorias: benéfico, neutro e nocivo. As pessoas de sangue “O” seriam caçadoras carnívoras, as de sangue A seriam vegetarianas dóceis, sangue B seriam onívoros e sangue do tipo AB, uma junção das duas últimas.

Aspectos negativos: a dieta não possui comprovação científica quanto a sua eficácia; a dieta restringe grupos alimentares importantes que podem levar a sérias carências nutricionais; não determina quantidade de alimentos, não incentiva a alimentação saudável nem o acompanhamento com profissional; não é adaptada à cultura e realidade da população brasileira.


DIETA ORTOMOLECULAR – Característica: baseia-se nos princípios da medicina ortomolecular, a qual propõe que muitas doenças podem ser prevenidas ou tratadas através do equilíbrio químico. Estimula o uso de fórmulas de vitaminas, minerais, aminoácidos, pró-hormônios, etc.

Aspectos negativos: não existem evidências científicas que comprovem a eficácia da dieta; altas doses de vitaminas e minerais podem ser altamente tóxicas para o organismo e ocasionar diversas alterações metabólicas.


DIETA DA USP - Característica: apesar do nome, essa dieta não tem nenhuma relação com a Universidade de São Paulo. Seus criadores apenas se aproveitaram do nome para dar uma falsa credibilidade à dieta. Ela possui um cardápio padrão de uma semana, sendo repetida uma vez. Deve ser seguida rigorosamente em seus alimentos e horários. Utiliza principalmente carnes e ovos, e frutas e vegetais.

Aspectos negativos: não promove a reeducação alimentar; pode causar dores de cabeça, fraqueza e cansaço devido à restrição de carboidratos; baixa ingestão de vitaminas e minerais; eleva os riscos de doença cardiovascular.


DIETA DOS SUCOS – Características: consiste em beber exclusivamente sucos de frutas e hortaliças, podendo também acrescentar as frutas e hortaliças in natura.

Aspectos negativos: não existem evidência científicas que comprovem sua eficácia; a perda de peso que a dieta proporciona é devido à perda de massa muscular; não promove a reeducação alimentar e compromete a vida social da pessoa; baixo valor calórico e baixo teor de proteínas e gorduras, causando cansaço e indisposição, podendo levar o indivíduo à desnutrição energético-proteica.


DIETA DOS PONTOS – Característica: nessa dieta, a pessoa controla os pontos ao invés das calorias dos alimentos. Cada ponto corresponde a cerca de 3,6 calorias, baseado no seu valor nutricional. A pessoa deve anotar o que come durante o dia e fazer o somatório, que não deve passar de 300 para as mulheres e 400 pontos para os homens.

Aspectos negativos: a dieta focaliza apenas a quantidade de alimentos consumidos, sem incentivar uma alimentação nutricionalmente equilibrada. Dessa maneira, os pontos podem ser atingidos facilmente com alimentos calóricos, ricos em gordura e pobres em nutrientes; baixa adesão à dieta, pela necessidade de consultar a tabela, anotar rigorosamente tudo o que se ingere e calcular os pontos; a provável carência de nutrientes pode prejudicar a saúde e acarretar problemas como anemia, osteoporose, queda de cabelo, entre outros; não promove reeducação alimentar, sendo difícil manter o peso perdido.


É fato que todas essas dietas milagrosas não tem qualquer comprovação científica e, ao contrário do que prometem, podem acarretar problemas de saúde e até resultar em alguns quilinhos extras a longo prazo. É necessário a conscientização de que o emagrecimento acontece com mudanças de hábitos alimentares e de comportamento e que somente com uma avaliação nutricional completa e um acompanhamento por um profissional especializado, o processo de emagrecer e principalmente manter-se magro será saudável e terá sucesso.

Fonte:  ANutricionista.Com - Fabiele Johann - CRN2 9190 - Nutricionista em Lajeado.

Santana, HMM; Mayer, MDB; Camargo, KG. AVALIAÇÃO DA ADEQUAÇÃO NUTRICIONAL DAS DIETAS PARA
EMAGRECIMENTO VEICULADAS PELA INTERNET. ConSCIENTIAE SAÚDE. Rev. Cient., UNINOVE – São Paulo. v.2, p. 99-104.

Segal, A. Obesidade não tem cura, mas tem tratamento. 2 ed. Rio de Janeiro: Ediouro, 2004.
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

3 Comentários para “Dietas da moda: Cuidado!”

  1. Angelita G. Ewald comentou:

    Oi Fabieli!
    Muito legal e verdadeiro o teu artigo, nota 10. Eu sinceramente não conhecia o da USP.
    Agreguei mais conhecimento.
    Muito Sucesso para ti Colega!
    Angelita G. Ewald Nutricionista – Lajeado

  2. Fabiele comentou:

    Oi Angelita! Muito obrigada! Que bom que gostou!
    Muito sucesso para ti também!!

  3. Amanda Angonese comentou:

    Oi Fabieli , parabéns pela sua pesquisa é bem completa e informativa. Seus estudos me ajudaram muito para a pesquisa que estou desenvolvendo, também sobre dietas, para a feira científica que irá ocorrer em minha escola. Muita obrigada, foi bastante útil.

Deixe um comentário