Compulsão por doces, como melhorar?

por Nutricionista Ana Paula Fidélis - CRN9 6192

doces

A maioria dos meus pacientes relatam que não conseguem ficar sem comer doces ou precisam ingerir depois do almoço ou pela tarde. Quando começo a analisar a dieta dos mesmos sempre encontro deficiências de minerais e vitaminas, ingestão inadequada de alguns alimentos, longos períodos sem comer e outros.

As causas para a compulsão por doces que não precisa ser somente por doces, mas sim por salgados, massas, pães estão associadas com deficiência de um hormônio do humor chamado serotonina, resistência a insulina, aumento do hormônio do estresse, o cortisol e pelo fato de haver algumas deficiências de ácido fólico, vitamina B6, magnésio, zinco, vitamina B12 e outros.

Os sintomas podem ficar além da vontade de comer doces como fadiga, cansaço, sonolência durante o dia, preguiça, dor de cabeça, enxaqueca, suores e tremores em casos mais graves.

Quando o paciente sente vontade de comer doce logo após o almoço é indicativo de resistência insulina, quadro que é caracterizado por uma insuficiência da insulina, hormônio que coloca o açúcar dentro das nossas células, fazendo com que o corpo “pense” que não há energia para as células e faz você comer mais.

Se há uma vontade de doces no final do dia pode ser uma deficiência de serotonina que está aliada a deficiência de vitamina B6, B9, B12, zinco, magnésio, triptofano e outros.

Outro fator bastante comum também é ficar longos períodos sem se alimentar e haver um aumento do hormônio do estresse, o cortisol, que é responsável por aumentar a energia no nosso corpo e para isso ele emite sinais no cérebro para que haja uma ingestão de energia, no caso de alimentos ricos em calorias como doces, massas, guloseimas, pães e outros.

Há muita coisa para ser feita. Primeiramente é preciso que consulte um nutricionista para verificar qual tipo de deficiência está relacionada a sua vontade de comer doces.

Em segundo lugar aqui estão algumas dicas que podem melhorar:

- Sempre comer de 3 em 3 horas para não haver o aumento do hormônio do estresse, o cortisol;

- Comer frutas, verduras e legumes variados para tentar garantir o aporte de vitaminas e minerais importantes;

- Evitar a ingestão de produtos diet e light porque contém adoçantes e estes foram relacionados com o aumento da vontade de comer doces. Verificar sempre o rótulo dos alimentos.

- Aumentar o consumo de alimentos ricos em triptofano como banana, feijão, lentilha, leite e derivados, nozes;

- Sempre praticar atividade fisica;

- Consumir fibras na alimentação como aveia em flocos, germén de trigo, granola, linhaça dourada triturada;

Uma dica interessante para diminuir a vontade de comer doces é no café da manhã ter fontes doces como geléias, sucos e frutas doces. Isto ajuda no decorrer do dia precisar de menos doces.

Outra dica é consumir suco de açaí sem xarope de guaraná com banana no período da tarde. Tem sido bastante relacionado com a diminuição da ingestão de doces no período da tarde.

É sempre importante ressaltar que a consulta com o nutricionista é fundamental para se ter melhores resultados pensando na individualidade bioquímica e que todos nós respondemos diferentemente aos tratamentos.

Fonte:  ANutricionista.Com - Ana Paula Fidélis - CRN9 6192 - Nutricionista em Belo Horizonte.

Nutrição Clínica Funcional: Obesidade. Ed VP. 2009.

Nutrição Clínica Funcional: Dos princípios a prática clínica. Ed VP. 2007.
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário