Como substituir o doce na hora da “gana” ?

por Nutricionista Cristiane Mara Cedra - CRN3 19470

Como substituir o doce na hora da “gana” ?

Essa pergunta, quem me fez, foi uma amiga muito especial. Na hora do desejo incontrolável pelo doce nós costumamos perder o controle e simplesmente nos deliciarmos com o doce mais próximo. Mas por quê acontece isso?

Primeiro devemos entender o que acontece no nosso organismo quando ele pede enlouquecidamente o doce. O doce é visto pelo nosso organismo como uma droga. Ele se liga nos nossos receptores de prazer assim como qualquer outra droga. Por isso quando tentamos diminuir o consumo da quantidade de doces torna-se tão difícil. Entramos em síndrome de abstinência. O corpo acaba pedindo aquela substância que causa aquela sensação tão maravilhosa.

Se o nosso objetivo é emagrecer ou controlar o consumo de doces precisamos primeiro reconhecer em que momento esse doce está sempre presente. Será que é no final da tarde? Ou depois das refeições? Ou quando está muito cansada? Etc… Se reconhecermos o que esse doce vem recompensar fica bem mais fácil ficar sem ele. Se esse doce é o prazer e a diversão do dia você tem que pensar o que você faz por você nesse dia? Será que o seu dia é apenas trabalho/estudo + casa + comida + cama ? Se essa for a sua rotina a comida e principalmente o doce passa ser a sua única forma de prazer. Então todos os dias você fica dependente de ter esse momento de relaxamento para liberar um pouquinho do estresse do dia a dia. Mas se nós mudarmos a nossa rotina não ficaremos tão dependente desse doce assim. Tente praticar uma atividade física, com ela libera hormônios de bem estar, assim como o do chocolate e fará você se sentir melhor e não depender tanto desse doce.

Agora se esse doce é a sua companhia, naquele momento que você está sozinha, ou vendo uma TV, ou pensando em decisões importantes aí esse doce passa a ser um sentimento. Muitas vezes esse doce significa algo que nem sabemos. Nesse caso é necessário o apoio de um psicólogo para conseguir distinguir o sentimento do alimento. Ou mesmo procurar aquilo que lhe falta. Marque de encontrar bons amigos depois do trabalho para relaxar um pouquinho. Isso irá ajuda-la também.

Quando temos um desejo de doces no fim da tarde, tem muitos estudos científicos que comprovam que esse doce tem relação com algum fungo/bactérias que temos no organismo, como a candidíase. Fungos e bactérias alimentam-se de açúcares e por isso nós buscamos esse doce. Quem tem candidíase de repetição (corrimento) é melhor buscar um tratamento com uma nutricionista funcional. Ela irá ajudá-la a limpar o seu organismo e eliminar de uma vez esses hospedeiros.

Mas independente disso tudo o doce é sim saboroso o que faz sermos dependente dele. Basta termos um auto-controle das quantidades que não fará mal a nossa saúde. Abaixo darei umas dicas do que podemos fazer na hora de “matarmos” a vontade de doces:

  • escolha doces de frutas como banana cozida com canela, doces em calda feitos da própria fruta em casa, doce de abóbora, etc
  • quando fizer uma receita de doce substitua os ingredientes pela versão light. Isso ajudará no final da preparação ter uma quantidade menor de gordura e conseqüentemente de calorias;
  • nas receitas de bolo substitua o óleo por suco de fruta. Por exemplo, o bolo de cenoura feito com suco de laranja no lugar do óleo. Também podemos optar pelo iogurte desnatado que deixará o bolo fofinho e saboroso;
  • os chocolates prefira os ricos em cacau. Quanto mais cacau tiver melhor será. O cacau tem um efeito antioxidante no organismo (limpeza) e ainda ajuda a controlar a gorduras ruins como o LDL (colesterol ruim). Nós também temos opções de chocolates de soja que ajuda a ter uma gordura vegetal o que melhora a qualidade do alimento;
  • sempre que as receitas utilizarem chocolate em pó coloque cacau em pó na metade da quantidade estipulada. O achocolatado tem adição de açúcares e gorduras, já o cacau em pó tem os benefícios do cacau, sem ter essas adições que levará ao ganho de peso;
  • frutas secas como tâmara, damasco seco, figos seco, etc saciam a vontade de doces e colaboram com nosso objetivo;

A partir de hoje você pode mudar a qualidade do seu doce e depois de se acostumar comece a diminuir as quantidades. Tenho certeza que você conseguirá um excelente resultado!

Fonte:  ANutricionista.Com - Cristiane Mara Cedra - CRN3 19470 - Nutricionista em São Paulo.

Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

4 Comentários para “Como substituir o doce na hora da “gana” ?”

  1. Luiza comentou:

    Nossa…….adorei essas dicas…..minha paixão era doçe e hoje consigo consumir uns 25% dos doces que eu comia……e e olha que isso só tem um mês heim!!!!

  2. leda comentou:

    Vou tentar… Valeu a dica!!!

  3. janaina comentou:

    adorei os comentarios sobre os doces ,porque eu tenho essa conpusaõ por doces gostei muito espero que continue com esse trabalho maravilhoso.

  4. Tamires comentou:

    É muito bom saber disso, apesar de não ser nada fácil!!!
    É complicado viver sem doce, mas vou tentar reduzir pra ver no que dá… vou tentar diminuir massas e gorduras, acredito que isso tbm ajuda!!
    Grata pelas dicas!!

Deixe um comentário