Chia, o Alimento da Hora.

por Nutricionista Angelita Grebin Ewald - CRN2 8064

chia

Quem ainda não ouviu falar sobre a chia? É o mais novo alimento da moda.

Para quem ainda não conhece, apresento a Salvia hispânica ou mais popularmente conhecida , a chia que é uma semente altamente proteica, utilizada por nativos das Américas há séculos atrás. Originária da região Andina. Suas sementes são pequeninas, brancas, acinzentadas ou pretas e podem ser encontradas em países como México, Guatemala, Bolívia, Peru, Colômbia e Argentina.

A chia produz diversos benefícios para saúde e entre eles cito: controle da glicemia, é antioxidante evitando o envelhecimento precoce da pele, combate processos inflamatórios no organismo, regula níveis de colesterol sanguíneo e protege o coração. E consequentemente a isso auxilia na perda de peso.

Também é um grão que auxilia no emagrecimento de três formas:

1 – Produz saciedade: suas sementes são mucilaginosas, ou seja, ricas em fibras ao entrarem em contato com a água, formam um gel no estômago. Diante dessa reação, a digestão torna-se mais lenta. Assim, o indivíduo fica satisfeito mais rapidamente e, então, passa a consumir porções menores.

2 – Combate inflamação: toda gordura é resultado de um processo inflamatório do organismo, que deixa de enviar mensagens de saciedade ao cérebro. Assim, perde-se o controle sobre a fome. O ômega 3 presente no grão combate essa inflamação, ajudando o corpo a recuperar o controle sobre o apetite.

3 – Desintoxica: por ser fibrosa, a chia ajuda a regula o trânsito intestinal e limpa o organismo.

Nutricionalmente falando, esta pequenina semente é muito poderosa e possui:

· 2 vezes mais potássio do que a banana;

· 3 vezes mais ferro do que o espinafre;

· 6 vezes mais cálcio do que o leite integral;

· 8 vezes mais ômega 3 do que o salmão;

· 12 vezes o próprio peso: é o que ela absorve de água;

· 15 vezes mais magnésio do que o brócolis;

Como usar a semente?

Sem muito segredo, sua praticidade é singular e tem sabor suave e quase imperceptível o que facilita a sua utilização. Basta misturar as sementes inteiras ou moídas a preparações como saladas, molhos, sucos, frutas picadas, iogurtes, sopas e até pratos à base de massas.

Pode ser encontrada no mercado nas formas de grão, farinha ou óleo. Ao contrário da linhaça, não necessita ser triturada ou cozida. É isenta de glúten, podendo ser consumida por portadores de doença celíaca.

Quanto ao consumo recomendado, duas colheres de sopa por dia (40g) são suficientes para fornecer os benefícios à saúde.

Obs: Independentemente do jeito que você prefere consumi-la, a chia deve ser ingerida 30 minutos antes de duas das suas principais refeições diárias que escolher (café da manhã, almoço ou jantar).

Atenção! Contra-indicação: Por ser uma semente bastante calórica deve ser consumida nas medidas mencionadas acima, pois seu excesso poderá produzir o efeito contrário, ou seja, você ganhará peso em vez de eliminá-lo.

Cuidado! Para potencializar o efeito da chia procure seguir uma dieta equilibrada e praticar atividade física regularmente, além de consultar seu nutricionista.

RECEITINHAS RÁPIDAS NUTRITIVAS E SABOROSAS COM CHIA:

Mousse de Cacau com Chia (sem açúcar, sem ovo e sem leite)

Ingredientes:

- 2 xícaras de chá de água gelada

- ½ xícara de água com 1 colher de sopa de semente de chia (deixar por 20 min)

- ½ abacate maduro

- 2 colheres de sopa rasas de cacau em pó

- melado de cana para adoçar

Modo de Preparo:

Coloque tudo no liquidificador e acrescente o abacate picado e o cacau. Bata até que fique com a consistência de mousse. Sirva em seguida.

Rende 2 porçoes.

Molho de Chia para Saladas

Ingredientes:

- 2 colheres (sopa) de sementes de chia

- 2 dentes de alho amassados com sal marinho a gosto

- 1 colher (sopa) de suco de 1 limão

- 1 tomate (sem pele e sem sementes)

- 1/2 xícara (chá) de água

Modo de preparo:

Bata os ingredientes em um processador e use como tempero.

Fonte:  ANutricionista.Com - Angelita Grebin Ewald - CRN2 8064 - Nutricionista em Lajeado.

CHICCO, A.G.; D’ALESSANDRO, M.; HEIN, G.; OLIVA, M.; LOMBARDO, Y. Dietary chia seed (Salvia hispanica L.) rich in α-linolenic acid improves adiposity and normalises hypertriacylglycerolaemia and insulin resistance in dyslipaemic rats. British Journal of Nutrition, v.101, p.41-50, 2009.
VUKUSAN, V.; WHITHAN, D.; SIEVENPIPER, J.; JENKINS, A.; ROGOVIK, A.; BAZINET, R.; VIDGEN, E.; HANNA, A. Supplementation of Conventional Therapy With the Novel Grain Salba (Salvia hispanica L.) Improves Major and Emerging Cardiovascular Risk Factors in Type 2 Diabetes. Diabetes Care, v.30, p.2804-2810, 2007.
"Os benefícios da chia em humanos e animais" - Disponível em: http://www.ao.com.br/download/tosco.pdf
"Sementes de Chia"- Disponível em: http://www.sementesdechia.com
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário