Carotenoides, onde estão?

por Nutricionista Francis Moura Santos - CRN5 3243/P

Nutsite01

Nos dois últimos artigos escritos por mim, falei sobre os cuidados da pele, sendo que no último falei sobre os alimentos que ajudam a proteger a pele contra os efeitos nocivos dos raios ultravioletas. Hoje, eu vou falar sobre carotenoides, um nutriente muito importante que ajuda bastante a proteger a pele e manter um ÓTIMO bronzeado neste verão.

Os carotenoides constituem um dos mais importantes grupos da natureza em decorrência de sua função, e são nada mais do que um grupo de compostos variados. Os dois mais conhecidos são o betacaroteno (da cenoura) e o licopeno (do tomate, da goiaba e da melancia). Também são carotenoides a luteína (gema do ovo), zeaxantina (gema do ovo e milho), bixina (urucum), capsantina (da capsaicina presente na pimenta vermelha), capsorrubina (páprica), criptoxantina (milho, páprica, mamão), crocina (açafrão) e violaxantina (violeta, amor-perfeito).

Os carotenoides são antioxidantes e por conta disso protegem a pele dos efeitos lesivos dos Radicais Livres que são produzidos não só por conta dos raios ultravioletas, mas também por conta da poluição, do contato com toxinas (presentes em alguns produtos cosméticos, na poluição do dia a dia e tabagismo, no caso dos fumantes).

O betacaroteno, quando transformado em vitamina A, recupera a pele, além de protegê-la dos raios solares e favorecer o bronzeamento. Este é o elemento responsável pela cor amarelada das mucosas e da pele, porém o bronzeamento só ocorre após a estimulação da melanina. Estudos mostram que ao suplementar um individuo com betacaroteno, pode-se evitar eritema (vermelhidão da pele, geralmente provocada pela queimadura causada pela exposição prolongada aos raios solares) devido à exposição aos raios solares. Efeito semelhante foi obtido ao suplementar indivíduos com betacaroteno, luteína e licopeno. Porém, o efeito obtido pelo consumo e/ou suplementação destas substâncias, são menores do que os proporcionados pelo protetor solar, não justificando assim o NÃO uso do mesmo.

Por sua propriedade antioxidante, carotenoides, principalmente o betacaroteno, pode ser utilizado também visando cuidar da pele contra o envelhecimento. Porém, pesquisas mostram que os carotenoides, em especial o betacaroteno e o licopeno, são melhores absorvidos quando associados a outras vitaminas antioxidantes, com a vitamina C ou E. Também são melhores absorvidos após o processamento mecânico e/ou tratamento térmico.

O licopeno não possui atividade pró-vitamina A, mas também é um potente antioxidante. Possui os mesmos efeitos do betacaroteno, acelera o bronzeamento, evita eritema e protege a pele. Portanto, são alimentos perfeitos para aderir no verão, não?

Estudos mostraram que os carotenoides também evitam aquele efeito de vermelhidão.

Agora que sabemos que os carotenoides fazem bem à nossa pele, quais alimentos fornece essa substância? As principais fontes incluem batata doce, cenoura, abóbora, buriti e os vegetais verde-escuro, mas também outros alimentos como goiaba, tomate, melancia, páprica, pimenta vermelha, milho, urucum, manga e gema do ovo (aquela que por muito tempo foi condenada devido ao seu teor de colesterol).

E agora, que tal aproveita o conhecimento e colocar em prática? Segue uma receita para facilitar.

Suco para Pele Dourada e Hidratada

Ingredientes:

  • 1 cenoura crua
  • 1/4 de mamão papaya (und. média)
  • 1/4 de limão (para suco)
  • 1 col. (sobremesa) de semente de linhaça dourada
  • 1 col. (sobremesa) de gérmen de trigo
  • Água de coco (quando bastar)

Modo de Preparo:

Bata todos os ingredientes no liquidificador e beba em seguida.

Receita do site de Patrícia Davidson (www.patriciadavidson.com.br)

Suquinho pronto, biquíni pronto e sol brilhando, lindo e maravilhoso lá fora? Então, o que você está esperando? Vamos para a praia. Mas antes não se esqueçam: na praia evitem as comidas que não são confiáveis e que podem colocar a perder as suas férias. Opte por frutas e sucos, ou a água de coco. O risco de ter uma toxiinfecção alimentar e ter que ficar no hospital (ao invés de curtir a praia) é menor. Também não se esqueça de se hidratar, com o excesso de sol aumento o risco de desidratação.

Boa praia e ótimo verão a todos.

Fonte:  ANutricionista.Com - Francis Moura Santos - CRN5 3243/P - Nutricionista em Salvador.

Nutrição aplicada à estética - Ana Paula Pujol
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário