Capsaicina

por Nutricionista Francis Moura Santos - CRN5 3243/P

pimentasd

Por acaso você já ouviu falar em Capsaicina? Sabe do que se trata? Não? Então vamos conhecer um pouco dessa substância que tem um grande potencial antioxidante e termogênico.

A capsaicina é uma substância encontrada na pimenta e que é responsável pelo sabor ardido. Sendo assim, quanto mais ardida a pimenta, mais capsaicina essa pimenta possui. E quanto mais capsaicina, mais benefícios retiramos do fruto.

A capsaicina tem muitas propriedades, entre elas: analgésica, energética, expectorante, digestiva, antioxidante e vasodilatadora.

A nutricionista Márcia Keller Alves, da PUC - RS, vem pesquisando os benefícios da pimenta na saúde cardiovascular, e segunda a pesquisadora, a pimenta pode reduzir em até 45% o colesterol total de indivíduos com hipercolesterolemia, consequentemente, reduzindo os riscos de doenças arterial coronariana ou aterosclerose.

Segundo SILVA et al (2011) , a capsaicina da pimenta tem um poder antioxidante 2x maior do que o ácido ascórbico. A atividade antioxidante da pimenta combate a produção excessiva de radicais livres e, consequentemente, evita a oxidação do LDL-c diminuindo, assim, o risco de doenças cardiovasculares mais graves. No entanto, a capsaicina também parece estimular a produção de óxido nítrico no endotélio, o qual promove um relaxamento das artérias e facilita o fluxo sanguíneo.

As pimentas são bastantes nutritivas: em uma colher de pimenta é possível encontrar 70% da recomendação de vitamina A e mais do que 100% de vitamina C, contendo também minerais como ferro, cálcio e algumas vitaminas do complexo B, como a niacina, tiamina e a riboflavina. As pimentas vermelhas possuem um potencial antioxidante maior do que as pimentas verdes, além de conter bioflavonóides que auxiliam na prevenção do câncer, principalmente o câncer de próstata.

Porém, um dos efeitos da pimenta na saúde dos indivíduos que tem ganhado destaque é seu papel como coadjuvante em tratamentos para perda de peso. Acredita-se que a capsaicina atue no sistema nervoso simpático aumentando a liberação de catecolaminas (noradrenalina e adrenalina), as quais atuam diminuindo o apetite e, consequentemente, a ingestão de carboidratos, lipidios e proteínas na refeição seguinte.

A pimenta também auxilia no emagrecimento por conta de seu efeito termogênico (aumentando o metabolismo) e por estimular a liberação de endorfina, a qual confere ao individuo uma sensação de bem-estar e diminui a vontade de comer. Alguns pesquisadores recomendam uma dose de 3g/dia de pimenta vermelha visando aumentar o metabolismo e favorecer a perda de peso, mas alertam que o consumo da pimenta deve ser associado a uma alimentação equilibrada e atividade física.

São necessário mais estudos a respeito dos efeitos da capsaicina na saúde humana, principalmente no sentido de determinar a quantidade ideal para adquirir tais benefícios. Enquanto isso, sabe-se que o brasileiro não consome muita pimenta. Por aqui o consumo de pimenta não chega a 0,5g de pimenta por pessoa. Na Tailândia, onde a pimenta é utilizada tanto em pratos simples quanto em pratos sofisticados, esse consumo chega a 10g por pessoa. Para mudar esse quadro, é preciso explorar receitas onde o sabor adocicado da pimenta sobressaia em relação à sua ardência. Produtos como a geléia de pimenta, o chocolate, a trufa, entre outros, são mais aceitos.

Porém, vale ressaltar que nem todo mundo pode consumir a pimenta. Pessoas com intolerância à pimenta e/ou com gastrite, esofagite, hemorróidas ou refluxo gastroesofágico, por exemplo, devem evitar consumir a pimenta. Sendo assim, faz-se necessário procurar um profissional habilitado, médico ou nutricionista, antes de aumentar o consumo de pimenta nas refeições.

GELÉIA DE MORANGO COM PIMENTA

Ingredientes

  • 1 caixa de morangos (ou amoras ou framboesas)
  • 2 pimentas dedo-de-moça picadas
  • 1/2 limão espremido e coado
  • 1 xícara de chá de açúcar demerara

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes numa panela e deixe ferver por cerca de 10 minutos. Retire do fogo, coloque em um vridro e leve à geladeira. Sirva com torradas, cobrindo bolos, sorvetes, etc.

Fonte da receita: Revista Dieta Já! – elaborada pela nutricionista Gabriela Previato Esteves

Fonte:  ANutricionista.Com - Francis Moura Santos - CRN5 3243/P - Nutricionista em Salvador.

Referências Bibliográficas:
KRAEMER, Luciana. Pimenta emagrece e reduz o colesterol. Disponível em: . Último acesso em: 19/05/2011.

DA SILVA, Daniel Janke Faustino; SCHERER, Bárbara de Souza; ALVES, Márcia Keller; OLIVEIRA, Jarbas Rodrigues de. Determinação do potencial antioxidante do extrato filtrado de Capsicum baccatum (pimenta dedo-de-moça) através do método DPPH. Disponível em: . Último acesso em: 19/05/2011.

Fonte da receita: Revista Dieta Já! - elaborada pela nutricionista Gabriela Previato Esteves
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário