Benefícios do chá

por Nutricionista Adriana Fernandes Miranda - CRN4 09100076

cha-verde

O mais antigo registro sobre o uso desta bebida foi escrito por volta de 800 d.C. Séculos depois, foi o potencial medicinal da bebida que virou mania o responsável pelo atual boom do chá, especialmente nas versões “verde” ou “branco”. Assim vieram os estudos, na descoberta dos polifenóis, uma vez que o chá é rico em alguns desses compostos, em especial as catequinas.

Provenientes da mesma planta, a Camellia sinensis, os chás são divididos em quatro categorias, de acordo com a forma com que a planta é processada. O chá branco é obtido apenas pelo processo de secagem dos brotos, sem fermentação. O verde é feito com as folhas da planta, que são torradas imediatamente após a colheita, para que não ocorra a fermentação.  No chá Oolong,  as folhas já passam por uma parte do processo de fermentação, sendo considerado semifermentado. No chá preto, o processo de fermentação é realizado até o fim. O chá vermelho é apenas mais uma designação do chá preto, porém existe uma outra planta, Aspalanthus linearis, que é comercializada como chá vermelho apesar de não ser tecnicamente chá, já que não vem da Camellia sinensis.

O efeito cardioprotetor do chá está relacionado à ação de seus compostos fenólicos, que têm propriedades anti-inflamatórias, antitrombóticas e capacidade de diminuir as gorduras no sangue. Alguns estudos mostram que o consumo de três a seis xícaras de chá por dia reduz o risco de doença cardiovascular em 45%.

A atividade anticancerígena também tem sido observada em estudos com animais, porém, infelizmente ainda não há evidências, até o momento, sobre os benefícios reais para seres humanos.

O chá verde aumenta a oxidação de gorduras e o gasto calórico, o que contribui para a perda de peso e diminuição de massa gorda (efeito já verificado em seres humanos). Além de favorecer o emagrecimento, ajuda também a manter o peso adquirido após a perda

Na indústrias de cosméticos, estudos mostram algum benefício do uso tópico de extratos de chá verde e branco no aumento da proteção da pele contra os efeitos dos raios ultravioleta, porém o uso oral de suplementos com polifenóis de chá verde não mostrou resultados “antienvelhecimento”.

Há muita expectativa sobre as propriedades neuroprotetoras dos compostos do chá verde e sua possível ação nas patologias cognitivas e neurodegenerativas. Estudos com resultados positivos aumentam as esperanças de que o chá possa ter ação preventiva contra o Alzheimer, entretanto ainda não existe eficácia cientificamente comprovada para prevenir a doença.

No Brasil, o chá verde é comercializado principalmente acondicionados em saquinhos de papel de filtro (sachês), e estudos tem demonstrado que o chá brasileiro apresenta maior quantidade de compostos fenólicos quando comparado com chás de outros países, e tal fato é atribuído às características do clima e do solo.

Estudo realizado no Brasil, mostrou que para o total aproveitamento das propriedades antioxidantes, o chá verde deve ser preparado com tempo de infusão mínimo de 5 minutos (da folha ao invés de sachê) sob agitação leve. Os princípios bioativos e as propriedades antioxidantes mostraram-se estáveis ao armazenamento em temperatura ambiente e em geladeira por 24 horas. Desta forma, o consumidor pode preparar o chá, mantê-lo em geladeira ou mesmo em temperatura ambiente e consumi-lo ao longo do dia.

Fonte:  ANutricionista.Com - Adriana Fernandes Miranda - CRN4 09100076 - Nutricionista no Rio de Janeiro.

Revista Nestlé Bio Nutrição e Saúde. Branco, verde, vermelho, preto...O arco-íris do chá. ISSN 2176-8463. Ano 4, nº12. São Paulo; agosto, 2010.

NISHIYAMA, MF; et al. Chá verde brasileiro (Camellia sinensis var assamica): efeitos do tempo de infusão, acondicionamento da erva e forma de preparo sobre a eficiência de extração dos bioativos e sobre a estabilidade da bebida. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, 30(Supl.1): 191-196, maio 2010.
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário