Alimentação na Melhora de Pessoas Estressadas e Ansiosas

por Nutricionista Ana Paula Fidélis - CRN9 6192

A alimentação influencia muitos fatores no corpo dentre eles ligados ao cérebro. As células precisam ter uma certa composição de gorduras benéficas, vitaminas e minerais para realizarem suas funções adequadamente como o metabolismo, produção de energia, comunicação entre os hormônios e outros. Somos feitos de trilhões de células e cada uma necessita de 45 nutrientes.

A atualidade nos remete a alimentação do mal, o sedentarismo, alcoolismo e tabagismo. Alimentos processados estão cada vez mais sendo consumidos e as fibras ficam de lado. Doces, pão, massas, tortas, produtos de padaria, salgadinhos, refrigerante, suco em pó, adoçante, gelatinas e outros muitos produtos prejudicam o funcionamento das células.

Estes produtos citados acima tem a capacidade de ocupar o lugar que os hormônios precisam se conectar para fazer a sua ação. O resultado disso é uma alteração hormonal considerável e o pior é que nos exames de sangue isso não é detectável, somente quando a situação está crônica.

Mas vamos lá, como a alimentação piora o estresse e deixam as pessoas mais ansiosas? Estes alimentos causando alterações hormonais remetem ao descontrole do corpo em manter o equilíbrio e o mesmo entra em estado de alerta e de estresse. O cortisol que é o hormônio envolvido no estresse fica alterado. Sua produção não ocorre em horários corretos e a consequência disto é uma maior compulsão por doces ou carboidratos no final do dia e a noite, baixa disposição ao levantar, fadiga, cansaço, irritabilidade, nervosismo, e outros. Também há uma perda de massa muscular, aumento de infecções, baixo resultado na academia. Além deste hormônio, outro também é alterado como o glutamato. As pessoas que tem esta maior produção são aquelas muito nervosas, estressadas, famosas por serem “pavio curto” e a alimentação pode prejudicar muito isso.

Veja aqui a lista de alimentos que aumentam o nível de estresse e ansiedade:

- Carboidratos Refinados – doces, pães, bolos, tortas, salgadinhos, produtos de padaria, suco em pó, refrigerante, açúcar;

- Gorduras Trans, Saturadas e Hidrogenadas – carne vermelha, gordura do frango, miúdos em geral, leite e derivados, frituras, chips, óleo de soja, pizza, sanduíches, carne de hambúrguer, chocolate diet, sorvete;

- Glutamato Monossódico (realçador de sabor) – molhos prontos, temperos prontos, sopa industrializada, chips, molho shoyo, algumas marcas de sal,

- Bebida alcoólica em geral;

- Adoçantes Artificiais – ciclamato de sódio, sacarina sódica, aspartame, acessulfame-K. Estão presentes em produtos diet, light.

Veja agora o que pode consumir para melhorar

- Carboidratos Integrais e em menor quantidade – pão integral, massas integrais, fibras como aveia, linhaça,de maracujá, de banana verde;

- Gorduras Benéficas – peixes, oleaginosas, abacate, óleo de canola, azeite extravirgem, óleo de linhaça, óleo de macadâmia, óleo de coco extravirgem;

- Temperos e Ervas – manjericão, salsão, cebolinha, cebola, curry, alecrim, hortelã e outros;

- Suco de Clorofila – misturar frutas com couve. Tomar cuidado com o excesso;

- Não precisamos adoçar nada. É questão de melhorar o paladar e para isso misture frutas no suco e aos poucos reduza a vontade;

- Doces – preferir chocolate amargo acima de 50%, banana com canela, açaí sem xarope com banana, frutas com mel;

- Praticar atividade física regular;

- Beber 2 litros de água por dia;

- Ouvir uma música relaxante para dormir;

- Evitar alimentos estimulantes como: café, chá mate, preto, verde, guaraná em pó, bebidas energéticas, refrigerante, suco em pó.

Dicas de Sucos Anti-Estresse:

Suco de Maracujá com Mel, Banana com Mel, 1 folhinha de alface com Manga, Chá de Camomila com Laranja Doce, Abacaxi com Hortelã.

Fonte:  ANutricionista.Com - Ana Paula Fidélis - CRN9 6192 - Nutricionista em Belo Horizonte.

NAVES, Andréia. Nutrição Clínica Funcional: Modulação Hormonal. 1a ed. VP editora. 2010;

NAVES, Andréia. Nutrição Clínica Funcional: Obesidade. 1a ed. VP editora. 2009
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário