Alimentação aliada a estética

por Nutricionista Paulo Henrique Rodrigues - CRN8 6476

mulher_um

Quando falamos em alimentação aliada a estética, a relação mais rápida que fazemos é com o emagrecimento, não é? Mas com os avanços na área da nutrição, hoje podemos aliar uma conduta nutricional a  diversos agravos estéticos, como por exemplo: acnes, celulite, envelhecimento, flacidez, e sobrepeso, entre outros.

Aqui vamos explicar rapidamente as principais desordens estéticas que mais preocupam as mulheres e orientar os alimentos mais interessantes para cada caso. Vamos lá?

Acne

Trata-se de uma afecção que ocorre no interior da pele, devido aumento da produção sebácea, geralmente associada a puberdade e o desequilíbrio hormonal comum nessa fase, portanto atinge cerca de 80% dos adolescentes. Entretanto é comum encontrar adultos, principalmente mulheres, que ainda tenham problemas com espinhas e cravos. No caso das espinhas, ocorre um processo inflamatório no local, devido ação bacteriana. Associa-se também o desequilíbrio da saúde intestinal, decorrente de má alimentação, com o surgimento de acnes.

Celulite

Assim como a acne, também ocorre no interior da pele, e provoca uma inflação no local devido a alteração circulação sanguínea e linfática com consequente  mudança na estrutura do tecido adiposo (tecido formado pelas células que armazenam a gordura), surgindo então o famoso aspecto de “casca de laranja”. Além de problemas circulatórios, podem ser considerados fatores de risco para o surgimento da celulite, o sedentarismo, alterações hormonais, cigarro, álcool, estresse, alimentação inadequada e a genética.

Envelhecimento

O envelhecimento é um processo natural e irreversível. Entretanto, alguns fatores podem fazer com que esse processo ocorra mais rapidamente, é o que chamamos de envelhecimento precoce. Dentre os fatores que podem acelerar o envelhecimento estão a genética, os radicais livres, a imunidade, a poluição, a temperatura, radiação solar, alimentação e tensão emocional.

Flacidez

É decorrente de atrofia de tecido, ficando com aspecto frouxo, afetando individualmente pele ou músculos. Pode ser conseqüência do envelhecimento, onde há perda gradativa de massa muscular esquelética, substituída por tecido adiposo (gordura), dentre outras alterações. O sedentarismo é apontado como o maior vilão no surgimento da flacidez, assim como o emagrecimento muito rápido demais, pois os músculos podem ser utilizados como fonte de energia, na ausência de carboidratos e gorduras.

É considerado sobrepeso o excesso de peso corporal, diferentemente da obesidade que é tida como o excesso de gordura no organismo. Associado ao elevado consumo alimentar e baixa quantidade de exercícios. Pode ter ligação com a genética. Deve-se ter atenção quanto ao surgimento de outras doenças e acompanham o ganho de peso (colesterol e pressão altos, resistência à insulina e etc.).

TRATAMENTO NUTRICIONAL

Em primeiro lugar temos que nos assegurar que a absorção dos nutrientes necessários ocorra efetivamente. Portanto é extremamente importante que o intestino esteja em pleno funcionamento. Para isso devem-se incluir na alimentação, cereais integrais (farelo de aveia, gérmen de trigo, arroz integral e etc), frutas, verduras e legumes variados, além de um grande consumo de água, sucos e etc. Em alguns casos podem ser necessário um tratamento específico para restabelecer a flora microbiana intestinal, todavia, para isso é necessário orientação de um nutricionista.

Quando falamos em tratamento estético, devemos partir do princípio de uma alimentação anti-inflamatória, uma vez que a alimentação habitual (carnes gordas, leite integral, alimentos refinados, doces, bebidas alcoólicas, embutidos e enlatados), são pró-inflamatórios, ou seja, favorecem o aparecimento da inflamação. Vale lembrar que a inflamação contínua (crônica) pode causar alterações celulares, e contribuir para o surgimento de algumas doenças.

Essa inflamação contínua apesar de ser extremamente perigosa, pode ser modulada pela alimentação e por hábitos de vida saudáveis. Uma alimentação baseada em alimentos anti-inflamatórios, reduz a inflamação,  favorece a saúde e previne danos aos tecidos.

Existe uma grande variedade de alimentos que podem ser incorporados ao hábito alimentar, para que haja o benefício não só anti-inflamatório, mas também antioxidante. Os principais são:

- Peixes: os peixes são fontes de proteínas leves, e apenas por isso já deveriam ser mais utilizados na alimentação habitual, claro que em preparações adequadas (grelhados, ensopado com legumes e etc.). No caso dos peixes de água salgada e profunda (salmão, atum, arenque sardinha e etc.), podemos aproveitar a grande quantidade de Ômega 3 que eles possuem.

-Hortaliças: As hortaliças são fontes indispensáveis de muitas vitaminas, minerais e fibras. Os folhosos  de cor verde-escuro são riquíssimos em nutrientes que combatem a inflamação e os radicais livres. Hortaliças de cor alaranjada são fontes de betacaroteno, um excelente antioxidante. O ideal é que se faça um rodízio das hortaliças, para que se consiga uma maior quantidade de nutrientes.

-Frutas: Assim como as hortaliças é importante que haja uma variação constante das frutas consumidas. Frutas cítricas são fontes de vitamina C que atua como antioxidante. Frutas vermelhas além da ação antioxidante atuam também contra a inflamação.

- Castanhas: As castanhas de caju, castanha do Pará, amêndoas, nozes, são alimentos ricos em selênio, que atua como antioxidante, além de possuírem boas gorduras.

- Sementes/Integrais: A linhaça, assim como os peixes de água salgada e profundas, é rico em Ômega 3. Gergelim, rico em cálcio e fósforo, e gordura de boa qualidade. O gérmen de trigo tem ação protetora contra a poluição. Quinua excelente fonte de proteínas, gorduras boas, grande quantidade de vitaminas, fibras e minerais.

De tudo o que foi colocado aqui, é importante frisar que os anti-inflamatórios são para reduzir a inflamação no organismo, ou seja, são benéficos para acnes e celulite, principalmente; os alimentos antioxidantes agem contra os radicais livres, que favorecem o processo do envelhecimento precoce; e as fibras tem papel muito importante no aumento da saciedade e por consequência na redução de peso, além de alimentarem as bactérias intestinas, garantindo ainda mais a saúde como um todo.

Aliada a alimentação devem estar os tratamentos estéticos (drenagem linfática, manthus e etc.), atividade física e adoção de hábitos de vida mais saudáveis (não fumar, não ingerir bebidas alcoólicas), tudo isso para garantir uma maior eficácia dos resultados. Procurando um nutricionista capacitado, você ainda pode contar com os benefícios da fitoterapia, que tem grandes benefícios em tratamentos estéticos.

Aproveite ao máximo o benefício que os alimentos podem te oferecer, e para melhores resultados procure um nutricionista, ele ira propor as melhores opções para VOCÊ.

Fonte:  ANutricionista.Com - Paulo Henrique Rodrigues - CRN8 6476 - Nutricionista em Marialva.

Referências Bibliográficas:
Milani, GB et al. Fundamentos da fisioterapia dermato-funcional:revisão de literatura. Fisioterapia e pesquisa. São Paulo: vol.13, n.1, p.37-43, 2006.

Meyer, PF et al. Efeitos da drenagem linfática na celulite avaliada por ressonância magnética. Arco de Braz.. biol. technol. Curitiba: vol.51, 2008.

Cordula, ACC et al. Envelhecimento: aspectos gerais. Paraíba, 2009.

Pollunin, M. Alimentos que curam: um guia prático de alimentos essências para a boa saúde. São Pauo: Marco Zero, 1997.
Pujol, AP. Inflamação crônica silênciosa. Obtido via internet:

Monteiro, E. Acne vulgar ou juvenil: não fiquei com essa marca pra sempre. Obtido via internet:
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Um Comentário para “Alimentação aliada a estética”

  1. eliane de sá comentou:

    Gostei muito do relato, pois sou estudante de nutrição e esclareceu minhas duvidas. Valeu!

Deixe um comentário