A Polpa Branca

por Nutricionista Audrey Chaves dos Santos - CRN3 13405

coco

Pigmentos que dão cor branca aos alimentos são flavonóides que combatem doenças cardíacas, evitam formação de tumores no intestino, reduzem o risco de câncer e tem ação antibacteriana, antiviral e anti-inflamatória, além de atuarem no fígado estimulando a produção de enzimas que ativam a imunidade e combatem substâncias cancerígenas.

FORÇA PARA OS OSSOS

Rico em minerais, o coco merece destaque por ter grande quantidade de magnésio, que reforça os ossos e as cartilagens, ajudando a prevenir osteoporose e dores musculares. A fruta também conta com propriedades anticancerígenas e age como adstringente nas hemorróidas.

Além da polpa, a água de coco também tem benefícios a oferecer à saúde. É um produto natural e praticamente livre de contaminações, que possui baixo teor calórico e considerável valor nutricional, uma vez que é rico em vitaminas e sais minerais, incluindo sódio, potássio, cálcio, magnésio, manganês, ferro, zinco, cobre.

Por conta da quantidade de sódio, hipertensos devem consumir água de coco com moderação.

DELÍCIA QUE AJUDA A EMAGRECER

Dona de baixíssimas calorias, a lichia é a nova queridinha de quem está brigando contra o peso extra. Um estudo da Universidade de Hokkaido, no Japão, analisou o emagrecimento em voluntários que ingeriram extrato de lichia. Em relação a quem não consumiu o alimento, eles perdem 15% a mais de gordura na região abdominal. Esse efeito se dá graças a um antioxidante chamado cianidina, responsável pela cor da casca, mas que também está presente na polpa.

A lichia ainda é forte aliada do sistema imunológico, já que é riquíssima em vitamina C. Para ter idéia do seu poder, seis unidades diárias do nutriente, que ainda protege as células do envelhecimento e favorece a absorção de ferro no organismo.

A lichia também é fonte de potássio, mineral indispensável ao adequado trabalho dos músculos e que evita inchaços.

PRA QUEM PRECISA DE ENERGIA

Também conhecida como fruta-do-conde, a pinha é uma das mais ricas em açúcar, por isso, deve ser consumida com moderação por diabéticos e por quem está de olho na balança.

Rica em carboidratos, estimula o apetite e fornece energia rápida para os músculos e o cérebro. A fruta ainda é fonte de antioxidantes, cálcio, fósforo, potássio e as vitaminas C e do complexo B.

Pode ser usada em casos de anemia, desnutrição, contra reumatismo, prisão de ventre e problemas estomacais.

DOSE DIÁRIA DE SAÚDE

A lista de propriedades benéficas da maçã é extensa, mas a mais conhecida e comemorada é a de proteger o coração. Pectinas, gomas e mucilagens são fibras solúveis encontradas na fruta que podem reduzir o colesterol sanguíneo, retardando sua absorção no trato digestivo. Assim, o risco de doenças cardiovasculares e arterosclerose é reduzido.

Rica em quercetina, a fruta ainda evita a formação de coágulos sanguíneos e retarda a absorção de glicose no organismo, prevenindo o diabetes.

Além disso, a maçã é excelente fonte de poderosos antioxidantes. Os flavonóides presentes na casca e na polpa protegem as células, além de impedirem uma série de doenças, entre elas o câncer.

Pela boa quantidade de fibras, a maçã, também regula o funcionamento do intestino e sua ação adstringente protege dentes e gengivas.

PODEROSA DAS FOLHAS À POLPA

O sabor característico da graviola é levemente azedo e a póla é fibrosa e fonte de proteínas, gorduras, carboidratos, as vitaminas C e do complexo B, além de potássio e fósforo. Seu uso terapêutico inclui desde o chá das folhas para facilitar o emagrecimento e a digestão, combater gases, insônia e enxaqueca até a trituração das sementes, que contêm substâncias que agem contra vermes.

A graviola é adstringente, diurética e antiespasmódica. Pesquisas recentes realizadas nos Estados Unidos por mais de 20 laboratórios farmacêuticos constataram que a fruta é composta de substâncias anticancerígenas capazes de tratar vários tipos de tumores.

Recomenda-se: MAÇÃ: até 3 unidades por dia; PINHA: 1 unidade, 1 vez por semana; LICHIA: até 20 unidades por dia; GRAVIOLA: 100g da polpa, 2 vezes na semana; COCO: 1 fruta verde (polpa e água) por dia.

Fonte:  ANutricionista.Com - Audrey Chaves dos Santos - CRN3 13405 - Nutricionista no Guarujá.

- Bontempo, Marcio. Novo Manual de Medicina Natural. São Paulo: Editora Rideel, 2.009.
- Tillman, Jon. Vitaminas. São Paulo: Editora Rideel, 2.009.
- Pesquisas em sites de nutrição.
Importante: As informações fornecidas não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta. O artigo acima expressa a opinião do autor e pode NÃO refletir a opinião do site ANutricionista.
Você é novo por aqui?

Receba nossas dicas por e-mail

Deixe seu Comentário

This website uses IntenseDebate comments, but they are not currently loaded because either your browser doesn't support JavaScript, or they didn't load fast enough.

Deixe um comentário